Termômetros de rua são confiáveis?

Termômetro de rua na cidade de Jequié-BA. Dia 04/03/2009. Foto de Antônio Souza/vc reporter Terra

Os termômetros de rua muitas vezes marcam valores muito superiores a 40°C em dias de verão. Entretanto, eles não são instalados de forma padronizada. Os termômetros das Estações Meteorológicas são padronizados e instalados dentro de uma casinha, chamada Abrigo Meteorológico.  Existem muitas regras e recomendações para a instalação de Estações Meteorológicas, todas ditadas pela Organização Meteorológica Mundial (OMM ou sigla em inglês – WMO). Seguindo essas normas, em qualquer estação meteorológica do mundo o padrão da medida é mesmo. E em qualquer medida científica, seguir um padrão é muito importante, já que é importante saber em quais condições a medida foi feita.

Esses termômetros de rua marcam esses valores extremamente altos no verão por algumas razões:

– Eles estão expostos a radiação solar e normalmente são da cor preta: superfícies escuras absorvem mais radiação solar do que superfícies claras. Quem já saiu com uma camiseta preta em um dia de verão já deve ter notado!

-Os termômetros também apresentam problemas em medidas de temperaturas muito baixas. Como ficam expostos ao ar livre, perdem calor mais rapidamente do que os termômetros instalados em abrigos. Dessa maneira, podem apresentar temperaturas bem mais baixas do que se estivessem abrigados.

– Eles não estão calibrados. Os termômetros das Estações Meteorológicas estão em constante ajuste e observação. Técnicos podem substituí-lo quando notarem algum funcionamento irregular.

– Os termômetros de rua estão instalados em locais não-padronizados. Geralmente estão próximos a grandes avenidas, com grande circulação de pessoas e veículos. Pessoas e veículos emitem calor, alterando as medidas. Os termômetros de estações meteorológicas, além de estarem instalados dentro de abrigos meteorológicos (que permitem uma ventilação controlada, com pequenas frestas), também estão instalados em regiões gramadas.

– Além disso, uma pessoa mal intencionada pode descalibrar propositalmente o termômetro. Por estar na rua, pode sofrer ações de vândalos.

 

Termômetro de rua, medindo valor incorreto, em São Paulo-SP. Foto de Márcia Arroyo/CBN.

A foto acima acompanha um áudio sobre termômetros de rua que medem valores incorretos. Veja a reportagem da CBN aqui. Esse termômetro certamente está descalibrado ou com defeito, mostrando um dos problemasde termômetros de rua.

Abaixo, veja uma foto de um típico abrigo meteorológico. Ele é branco (para evitar o aquecimento excessivo), possui portas venezianas que são abertas somente durante a leitura. Ele possui frestas para a ventilação. Esse é o abrigo da Estação Meteorológica do IAG-USP, mas em qualquer lugar do mundo temos abrigos com essas características, mesmo que eles sejam um pouquinho diferentes.

Abrigo da Estação Meteorológica do IAG-USP. Foto: funcionários do local.

 

Abrigo meteorológico aberto. Vários instrumentos em seu interior, incluindo alguns termômetros. Foto: funcionários da Estação Meteorológica do IAG-USP

 

Sendo assim, não devemos confiar nesses termômetros de rua para usos científicos. Entretanto, para uso informal e conversas do dia a dia, eles dão uma boa idéia sobre a sensação térmica daquele dia: se está muito calor ou muito frio. Desde que não estejam completamente descalibrados, como aquele que marca -6°C em São Paulo!