Como se formam os tornados?

Posted by on 12-nov-2011 in Blog, Tornado | 14 comments

Dorothy e o Tornado em O Mágico de Oz (filme de 1939)

Os tornados, assim como outros fenômenos meteorológicos, despertam o interesse, a curiosidade e até a imaginação das pessoas. Como falei sobre furacão neste post e citei furacão e tornado em minha apresentação da Semana Estendida de Ciência e Tecnologia, gostaria de dedicar um post inteiro a este fenômeno.

Tornados são colunas de ar em altíssima rotação, originadas de nuvens de tempestade tipo Cumulonumbus e que algumas vezes entram em contato com o chão. Os tornados possuem o formato de um funil, diminuindo sua largura quanto mais próximo a superfície.

Tornado ocorrido em 3 de maio de 1999, em Oklahoma. Foto de Daphne Zaras. Wikimedia Commons

A velocidade dos ventos associados aos tornados são de no mínimo 177km/h e eles possuem um diâmetro de aproximadamente 100m. Ou seja, tornados são muito menores do que furacões, já que o  diâmetro dos furacões pode ser maior que 100km !!! Ou seja, um tornado pode ser aproximadamente 1000 vezes menor do que um furacão.

Tornados já foram observados em todos os continentes, exceto na Antártica. Os Estados Unidos é o país com a maior incidência de tornados em todo o mundo. Cerca de 70% dos tornados que ocorrem no mundo ocorrem nos EUA. A região deste pais com a maior incidência de tornados chama-se Alameda dos Tornados (ou corredor dos tornados):

 

Alameda dos Tornados (Tornado Alley): é a região em vermelho no mapa dos EUA. Essa região é onde ocorrem a maior parte dos tornados do mundo. O Estado americano do Kansas, onde nasceu Dorothy Gale (personagem fictícia de O Mágico de Oz) fica na alameda dos tornados. Fonte: Wikimedia Commons

 

Na alameda dos tornados, o ar frio e seco vindo do Canadá encontra-se com o ar quente e úmido vindo do Golfo do México. O encontro dessas duas massas de ar de características tão diferentes favorece a formação de tornados. Nessa região, a lei prevê que as construções sejam mais reforçadas. Em muitas cidades dessa região, há sistemas de alto-falantes espalhados, para que um alerta sonoro seja ouvido durante uma emergência. Também é investido milhões de dólares em radares meteorológicos e outros sistemas de medição.

Mas, como os tornados se formam?

Tornados costumam se formar sobre a terra (alguns tornados formam-se sobre a água, falaremos deles logo abaixo). Eles iniciam quando uma massa de ar ascendente quente e úmida (que forma as nuvens de tempestade) encontra-se com uma massa de ar fria e seca. O ar seco e frio é então forçado para baixo. Veja as ilustrações abaixo:

Cisalhamento do vento. Fonte: adaptado de UCAR

Como a  coluna de ar do tornado começa a girar ainda não é completamente compreendido pelos cientistas. Entretanto, já foi observado que a rotação começa a ocorrer quando temos cisalhamento do vento. Cisalhamento do vento é quando o vento sopra em diferentes velocidades em diferentes alturas. Por exemplo, o vento a 300m de altura sopra a uma velocidade de 8km/h e o vento a 1500m de altura sopra a uma velocidade de 40km/h, como vemos na ilustração ao lado.

Formação do funil de nuvem. Fonte: adaptado de UCAR

Se esta coluna de ar com cisalhamento encontrar uma corrente ascendente que forma nuvens (as termas, como vimos aqui), essa corrente ascendente ganha energia e acelera-se.

Fonte:adaptado de UCAR

A chuva e o granizo da tempestade fazem com que o funil atinja a superfície, fazendo com que o tornado atinja a superfície. Quando a nuvem não está carregada o suficiente, o funil do tornado pode não atingir o solo.

Tornados também podem se formar sobre a superfície de lagos, rios e oceanos. Quando o funil de nuvens em rotação atinge a água, a água é então sugada, formando o que chamam de tromba d’água. As trombas d’água são bem menos destrutivas que os tornados: sua velocidade é da ordem de 80km/h. Como a superfície da terra aquece muito mais do que a superfície da água, as correntes de ar ascendente (termas) que se formam sobre a terra são bem mais intensas.

Tromba d’água no Pará em 11 de junho de 2008. Fonte: Lucas Luz/vc reporter – Terra

De acordo com a NOAA, 69% dos tornados são considerados fracos. Tornados fracos duram menos de 10 minutos e possuem ventos com aproximadamente 177km/h. Já os tornados de intensidade mediana correspondem a 29% do total de tornados, com ventos entre 110km/h e 330km/h, com duração de 10 a 20 minutos. E os tornados intensos correspondem a apenas 2% do total de tornados, com ventos acima de 330km/h e duração de aproximadamente 1h.

Tornados sobre a terra não são fenômenos comuns no Brasil, pois não temos as mesmas condições favoráveis para a formação de tornados que existem nos EUA, por exemplo. Por aqui, eles ocorrem muito isoladamente. O caso documentado mais recente foi um tornado que ocorreu em 25 de maio de 2005, na cidade de Indaiatuba, interior de São Paulo. Este tornado destruiu cerca de 400 imóveis e foi registrado por uma câmera de segurança:

Por enquanto é isso, pessoal! Em breve voltaremos com mais novidades sobre tornados e sobre outros temas da meteorologia!

Bibliografia:

- Tornado. Wikipedia, a enciclopédia livre.

- Tornado Alley. Wikipedia, the free enciclopedia.

- Tornadoes in the United States. Wikipedia, the free enciclopedia

- Tornado (inglês). Wikipedia, the free enciclopedia.

- NCDC/NOAA. Tornadoes

- NSSL/ NOAA: Tornado Guide

- Wather.com. Tornados

- UCAR. Tornado 

- UCAR. Tornado 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

14 Comments

  1. Gostei do texto. Aproveito para citar mais alguns casos recentes de
    tornados no Brasil.

    2005 em São Francisco de Paula;
    2009 em Guaraciaba;
    2008 em Tubarão;
    2011 em Nova Andradina;

    dentre outros

    • Realmente foi assustador!!
      8 de Dezembro de 2011 seria, então, uma data que todos lembrariam. jamais imaginamos que um fenômeno desses aconteceria aqui.
      Por sorte, ele aconteceu apenas na área rural, ficando assim longe do centro da cidade.

  2. Lol eu li uma reportagem e vi uma materia sobre um tornado que aconteceu no Sul dos EUA em 1925 e tipo que foi uma mistura de nuvens e com todas as condições para formar um tornado que detonou tres estados. Foi classificado como F5 o ultimo grau na escala de tornado.

  3. Inacreditavel os fenomenos, a força do Tornado na epoca the Primavera nestes meses de maio junho.

  4. maravilhosos esses fenomenos.

  5. eu sobrevivi ao tornado de indaiatuba LoL u.u deu muito medo no dia ://.

  6. isso e inacreditavel q medo

  7. medooooooooo

  8. medoooooooooooooooooooo
    ,Q!!@@@@@11111111111111111111!!!!!!!!!!!

  9. Olá. Sem querer ser desagradável, mas na sua comparação, 100m para 100km, então o furacão é mil vezes maior!…

    • Olá Ana
      Não está sendo desagradável de forma alguma.
      Faltou um zero e eu já corrigi.
      Obrigada.

  10. mas que testamento morreu alguem.

    • Tudo isso é preguiça de ler um texto?

  11. mas que testamento morreu alguem.

Trackbacks/Pingbacks

  1. Tornados: Saiba como se formam, suas origens e características | Diálogos Políticos - [...] Via Meteorópole http://meteoropole.com.br/2011/11/como-se-formam-os-tornados/ [...]
  2. Furacão versus Tornado | Monolito Nimbus - […] mais sobre ciclone e furacão e tornados no Meteorópole, e também sobre os nome dos furacões (o NHC/NOAA, dos …

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>