Ceticismo em relação ao aquecimento global ainda é forte nos EUA



No cenário político americano, o ceticismo e a negação das mudanças climáticas estão mais fortes do que nunca, e especialistas afirmam que os debates globais abertos nesta segunda-feira em Durban, África do Sul, não conseguirão mudar essa tendência. Mas enquanto um acordo sobre as emissões de carbono permanece difícil de ser alcançado pela segunda nação mais poluente depois da China, alguns pequenos sinais de progresso emergiram nos níveis estaduais e individuais.

Leia notícia na íntegra aqui.

Fonte: Terra