Recordes de precipitação (chuva) pelo mundo

Lembram quando escrevi um post com os recordes de temperatura? Bom, agora que conhecemos a unidade de medição de precipitação (o milímetro – mm), é o momento de falarmos dos recordes de precipitação ao redor do mundo. Antes disso, precisamos definir o que é precipitação:

Precipitação é qualquer fenômeno relacionado a queda de água de nuvens do céu. Por isso neve, granizo, saraiva e chuva são os principais tipos de precipitação

Orvalho e geada não são precipitação. São fenômenos que se depositam na superfície, quando a temperatura cai (mais informações aqui).

Assim, o pluviômetro pede apenas chuva, neve, granizo ou saraiva. Para que a medição (usando o pluviômetro) seja medida, no caso da neve, granizo ou saraiva (precipitação sólida) é preciso que o gelo passe para o estado líquido, aguardando seu derretimento.

Nesse post, falaremos exclusivamente de recordes envolvendo chuva (que é claro, muitas vezes vem acompanhada de granizo). Vamos aos recordes!!!

1)Local onde cai menos chuva.

Região de Antofagasta, Deserto do Atacama, Chile: a quantidade de chuva que cai por ano é inferior a 1mm! Há locais na região onde nunca houve registro de nenhuma gota de chuva. Imagine as crianças que crescem nessa localidade: muitas nunca viram chuva na vida.

A região só não é completamente seca porque em muitas localidades se utilizam coletores de nevoeiro. O nevoeiro na região é tão importante que possui um nome específico para designar o nevoeiro da região: Camanchaca.

As nuvens do nevoeiro passam por redes como esta.As gotículas das nuvens ficam ‘presas’ nas redes e escorrem para um reservatório. Essa água então é usada para o consumo e para a irrigação.

Mais informações sobre esses painéis que capturam nevoeiros podem ser encontradas aqui. Além da captura de nevoeiros, muito da água consumida nas cidades dessa região vem de poços.

Visualizar Região de Antofagasta em um mapa maior

 

2) Recordes de grandes quantidades de chuva

– Maior quantidade de chuva em 1min: 31,2mm em Unionville, Maryland, Estados Unidos, em 4 de julho de 1956.

– Maior quantidade de chuva em 60min (1h): 305mm em Holt, Missouri, Estados Unidos, em 22 de junho de 1947.

Observações sobre os recordes acima: para medir chuva em intervalos tão pequenos, como 1min, é necessário ter pluviômetros de caçamba (como vimos aqui). E para medir chuva em intervalos de 1h é necessário ter  uma estação meteorológica com um pluviógrafo funcionando diariamente, com técnicos para analisar os diagramas todos os dias. Infelizmente, nem todos os lugares do mundo tem essa infra-estrutura. Pode até ser que valores maiores que estes tenham sido registrados em outras localidades, mas infelizmente não há instrumentos para medir chuvas diariamente e com essa resolução na maioria dos países do mundo. Para fins de comparação, em um típico dia medianamente chuvoso de São Paulo costuma chover cerca de 30-40mm de chuva por dia, ao longo do dia inteiro. Imagine ter isso em apenas 1min. E a média mensal de chuvas em São Paulo-SP é de 222,4mm. Imagine que em apenas 1h choveu 305mm nessa localidade do estado do Missouri, nos EUA!



– Maior quantidade de chuva acumulada em 12h: 1144mm em Foc-Foc, Ilha de Reunião. Ocorreu em 8 de janeiro de 1966, durante a passagem do ciclone tropical Denise. Como comparação, a média anual de precipitação para São Paulo-SP é de aproximadamente 1200mm!

– Maior quantidade de chuva acumulada em 24h: 1825mm também em Foc-Foc, Ilha de Reunião, entre os dias 7 e 8 de janeiro de 1966, durante a passagem do ciclone tropical Denise.

– Maior quantidade de chuva acumulada em 48h: 2467mm em Aurère, Ilha de Reunião, nos dias 7-9 de janeiro de 1958.

– Maior quantidade de chuva acumulada em 72h: 3929mm em Commerson, Ilha de Reunião, 24-26 de fevereiro de 2007.

– Maior quantidade de chuva acumulada em 96 horas: 4869mm em Commerson, Ilha de Reunião, 24-27 de fevereiro de 2007.

Mas por que chove tanto durante poucos dias na Ilha de Reunião?

É uma região de passagem de muitos ciclones tropicais durante o verão. Uma região com clima tropical típico, com temperaturas amenas em regiões mais altas e muita, muita chuva nos meses de verão: novembro a maio.

– Maior quantidade de chuva acumulada em um ano:  26470mm em Cherrapunji, Índia (1860-1861)

– Maior média anual total: 11872mm em Mawsynram, Índia.

Veja abaixo essas localidades na Índia. Elas são muito próximas, por isso aumente o zoom do mapa para conhecê-las.

Estes e outros recordes do clima estão compilados aqui.