Tempestades no norte da Argentina e oeste do Paraguai



Figura 1: Imagem do satélite METEOSAT 9, no canal infravermelho no dia 01 de feveireiro de 2012, 01UTC (horário do meridiano de Greenwich, então, seria noite do dia 31 de janeiro). A mancha escura no norte da Argentina e oeste do Paraguai é uma tempestade com topo muito frio, o que significa que são nuvens muito carregadas.

Quando vi a foto acima no perfil do Facebook de minha colega de profissão Daniele Lima, percebi que ela merecia ser compartilhada. A mancha escura no norte da Argentina e oeste do Paraguai é uma tempestade com topo muito frio, o que significa que são nuvens muito carregadas. Quanto mais frio o topo de uma nuvem de tempestade, maior a chance de ocorrer chuva de granizo, rajadas de vento muito intensas, atividade elétrica intensa e até tornados!

Essa tempestade enorme ganhou destaque na imprensa, pois infelizmente muitas pessoas se feriram ou morreram. Os aeroportos fecharam e ventos de 120km/h foram registrados. Embora a imagem da figura 1 seja da noite do dia 31 de janeiro, a tormenta na verdade já atingia algumas localidades desde a manhã do dia 30 de janeiro (última segunda-feira).

No verão, essa região bastante continental da América do Sul esquenta bastante, favorecendo o movimento ascendente. A presença de umidade, trazida principalmente por correntes de ar vindas da região amazônica, favorece mais um elemento essencial para a formação de nuvens.  Além disso, no alto da troposfera, temos uma região de instabilidade chamada Alta da Bolívia  (região de alta pressão) que também favorece o desenvolvimento de tempestades.

Devido ao tamanho da área dessa tempestade, que é muito maior que as usuais pancadas isoladas de verão que temos em São Paulo (por exemplo), tempestades assim são chamadas de Complexos Convectivos de Mesoescala (CCM, leia mais aqui). Os CCM’s, além de maiores que as tempestades de verão que estamos acostumados, tem também um maior período de duração.

Os parceiros do fórum MeteoBrasil  divulgaram algumas imagens na página do Facebook. Escolhi esta abaixo, tirada na cidade argentina de Córdoba, que foi enviada ao fórum pelo usuário Cordobés rj:

Figura 2: Imagem da cidade de Córdoba, feita na última segunda feira (dia 30/01).

O fórum também divulgou alguns vídeos da cidade durante a tempestade. Veja este abaixo, com o céu ficando cada vez mais encoberto e anunciando a chegada do temporal:

E veja este abaixo, com granizo!

Localização da cidade de Córdoba:


Visualizar Córdoba em um mapa maior

[fotos e videos de participantes do MeteoBrasil]