E o frio está chegando …



Enquanto no interior da Região Nordeste o tempo está bastante seco e quente (a temperatura fica bem alta durante o dia e amena apenas durante a manhã), o frio chegou na maior parte das regiões Sul e Sudeste.

Em São Paulo-SP, a manhã do dia 02/maio foi a mais fria deste ano: 9°C, de acordo com as informações da Estação Meteorológica do IAG-USP. São temperaturas típicas da época do ano, já que estamos em meados do outono e as regiões Sul e Sudeste estão localizadas em latitudes onde é possível perceber, mesmo que sutilmente, as diferentes temperaturas encontradas no Inverno e no Verão. Lembrando que quanto mais ao Sul* (ou seja, mais distante da linha do Equador), maior o contraste entre as temperaturas típicas do inverno e do verão.

Na Região Sul, as estações meteorológicas do Centro de Recursos Ambientais de Santa Catarina (CIRAM), registraram mínimas de  -5,9ºC e -1ºC nas cidades de São Joaquim e Urubici, que ficam localizadas na Serra Catarinense (fonte). Essas cidades são bastante mencionadas durante o inverno, pois além de estarem localizadas na  Região Sul (região brasileira com inverno mais rigoroso), também estão localizadas em região de Serra, e suas altitudes mais elevadas fazem com que sua temperatura média seja mais baixa do que a temperatura média de uma cidade localizada na mesma latitude, mas em altitude mais baixa.

O frio dessa semana é resultado de uma frente fria que avançou sobre o Sul e Sudeste do Brasil. Esta frente fria trouxe instabilidade e chuvas bastante intensas nos últimos dias do mês de abril, e em parte da Região Sudeste (São Paulo, sul de Minas Gerais, Rio de Janeiro e sul do Espírito Santo). Após a passagem desta frente fria, uma massa de ar de origem polar está sobre a região, o que fez a temperatura cair com relação ao início da semana passada.  O frio bateu recorde e foi destaque também no Rio de Janeiro.

Esse frio deve ir embora aos poucos e é bastante provável que o próximo fim de semana já fique mais quente nas áreas mencionadas da Região Sudeste (São Paulo, sul de Minas Gerais, Rio de Janeiro e sul do Espírito Santo). O norte de Minas Gerais já faz parte do semi-árido e assim como o interior da Região Nordeste, está sofrendo com a seca.

Normalmente as frentes frias típicas desta época do ano seguem script semelhante:

antes da passagem da frente: céu com poucas nuvens, normalmente nuvens altas (tipo Ci, Cs e Cc)

durante a passagem da frente: aumento da nebulosidade (pode inclusive chover forte). Nuvens baixas cobrem todo o céu e temos aqueles dias em que não conseguimos nem ver o Sol. A temperatura começa a cair.

depois da passagem: massa de ar polar domina a região. O céu fica com pouca ou nenhuma nebulosidade. Nos dias posteriores, a massa de ar polar perde força e a temperatura começa a subir.

 

 

* No caso do Hemisfério Norte, seria ‘quanto mais ao Norte’