Dica de livro: Meteorologia Prática – Artur Gonçalves Ferreira – Oficina de Textos



Aqui no Meteorópole sempre dou dicas de livros que conheço e sei que podem ajudar estudantes, professores e amantes da meteorologia. Também já dei dicas sobre livros com outros temas, mas de uma maneira ou de outra, sempre falo daquilo que realmente gostei e recomendo.

O livro desta semana é o Meteorologia Prática, de autoria de Artur Gonçalves Ferreira e publicado pela Oficina de Textos. Recomendo esse livro para todos aqueles que desejam aprender o básico de meteorologia. A linguagem é bastante acessível, portanto qualquer pessoa que deseja aprender sobre esta ciência e não está totalmente familiarizado com jargões técnicos podem ler sem problemas. Recomendo também para professores e alunos de geografia.

O capítulo sobre Imagens de Satélite está muito bom. Conheço muitas pessoas que sempre me perguntam como os meteorologistas interpretam imagens de satélite (e eu preciso escrever um post sobre esse assunto!). O terceiro capítulo deste livro aborda o tema de maneira bastante objetiva e prática. O capítulo 5 volta a falar sobre imagens de satélite, ensinando a identificar alguns tipos de nuvens pelas imagens de satélite. Lembram quando ensinei para vocês como ser um observador de nuvens? Então, também é possível observar e classificar as nuvens lá do alto, a partir das imagens de satélite. Em todos os capítulos do livro as imagens de satélites meteorológicos são abordadas, relacionando a imagem com o fenômeno. Por exemplo, no capítulo 8 ensina-se a compreender a direção e a velocidade do vento a partir de imagens de satélite e no capítulo 7, que trata de tempestades severas, as imagens de satélite voltam a cena, e aprendemos a identificar algumas tempestades em imagens de satélite.

Os satélites meteorológicos são ferramentas fundamentais para os meteorologistas. Nos ajudam a ter informações sobre localidades em que não há estações meteorológicas, por exemplo. Além disso, conseguimos identificar as dimensões e os movimentos de grandes sistemas meteorológicos, como frentes frias e grandes nuvens de tempestade.

O aspecto prático é um diferencial neste livro. Como o autor trabalhou com meteorologia operacional e foi formado pela FAB, o aspecto prático da meteorologia é algo que ele domina bastante e pôde abordar com propriedade. Sendo assim, é um livro ideal para aqueles que adoram observar a natureza. A obra também fala de cartas sinópticas e dá uma boa noção básica sobre como interpretá-las. O livro também aborda definições que já vimos por aqui, como pressão atmosférica e ciclo d’água.

O tamanho do livro é ótimo. Tem 23cm x 16cm, tamanho ideal para levar na bolsa. Não sei vocês, mas o tamanho do livro é algo que também levo em consideração na compra, pois gosto muito de passear e viajar.

Infelizmente, há poucos livros sobre meteorologia editados em português. A maioria dos livros e mesmo os introdutórios são importados de editoras estrangeiras. Essa foi uma das motivações que me fez começar o Meteorópole. E sempre que eu souber de dicas interessantes de livros em português, vou contar para vocês.

Vocês podem comprar o livro na Oficina de Textos. Eu já comprei livros lá e fui muito bem atendida. O livro chegou no prazo correto e bem embalado. O livro que discuti nesse post foi adquirido na Oficina de Textos há uns 3 anos. Naquele tempo, o Meteorópole era só um sonho :).

Se vocês olharem na coluna da direita aqui do Meteorópole, notarão que temos um banner para a editora. Vou explicar do que se trata: qualquer compra feita no Oficina de Textos a partir de meu site, vai me gerar alguma comissão. Esse sistema é bacana, pois me ajuda a manter o blog e dar visibilidade a ele. Portanto, se vocês quiserem comprar qualquer produto na Oficina de Textos, cliquem no banner :).

Cliquem aqui para comprar o livro. E conheçam o livro de destaque deste mês: Climatologia – noções básicas e climas do Brasil.

P.S.: Qualquer post com a finalidade lucrativa (mesmo que seja um lucro pequeno), será sinalizado com a tag publicidade.