Furacão Ernesto se move pelo Golfo do México



Lembram quem falei sobre o Furacão Ernesto? As recentes notícias são de que o Furacão Ernesto passou pela Baía de Campeche (olá, Prof. ERNESTO Caetano) ontem. A grande preocupação das autoridades são as plataformas de petróleo, que ficam bastante concentradas nesta baía.

Muitas áreas turísticas na costa da Península de Yucatán acabaram sendo livradas de uma chegada direta do furacão. O furacão atingiu o continente em uma área pouco habitada, com categoria 1 na escala Saffir-Simpson,  o menor valor dessa escala. Em seguida, o furacão perdeu força e virou uma  tempestade tropical. Ainda assim, há uma preocupação com as plataformas de petróleo na Baía de Campeche. É bem provável que no momento que escrevo esse post (por volta das 9h da manhã de 08/08/2012 no horário de Brasília), os trabalhadores dessas plataformas estejam trabalhando com procedimentos de segurança, já que a previsão era de que Ernesto (agora uma tempestade tropical) passasse por aquela região hoje pela manhã (na região de Campeche, deve ser 5h ou 6h da manhã agora).

Os procedimentos de segurança não se restringiram às plataformas de petróleo. Algumas áreas foram evacuadas. Cerca de 2500 pessoas foram evacuadas de Chetumal até a costa de Tulum, uma área conhecida por atividades de mergulho e ecoturismo. Eses procedimentos de segurança são esseciais para evitar tragédias. A cidade de Chetumal foi muito prejudicada pela tempestade tropical. Cerca de 90 pessoas tiveram que procurar abrigo em uma escola, em decorrência das enchentes.

As previsões indicavam acumulados de precipitação variando entre 200mm e 300mm até quinta-feira, nos estados mexicanos de Tabasco, Veracruz, Puebla e norte de Oaxaca. Para vocês terem uma idéia, essa previsão chuva acumulada em apenas alguns dias de furacão/tempestade tropical equivale aproximadamente a média de TODO o mês de fevereiro, aqui em São Paulo-SP. É muita chuva!

As informações foram obtidas aqui.

Abaixo, um mapa com as localidades citadas no texto:


Visualizar Baía de Campeche em um mapa maior