Granizo ou Granito?



Na tarde de ontem, muitas cidades de São Paulo tiveram precipitação de granizo. Em algumas localidades, como em Itaquaquecetuba, a quantidade de granizo foi tão grande que ficou acumulada nas ruas por algum tempo após o fim da tempestade.Em alguns lugares, o granizo entupiu calhas e ralos, causando alagamentos localizados.

Granizo em Itaquaquecetuba (Foto: Yael Simha/Divulgação) – Fonte: G1

Segundo os técnicos da Estação Meteorológica do IAG-USP e também pelo que pude observar, o diâmetro médio de cada granizinho variou de 1cm a 2cm. As pessoas que estacionaram seus carros nas ruas tiveram prejuízos.

Fonte: Salvador Concursos

 

Sempre que ocorrem tempestades de granizo, eu ouço pessoas que se confundem e acabam falando granito. Essa confusão certamente ocorre porque as duas palavras existem. Granizo é um tipo de precipitação, que consiste em pedaços irregulares de gelo que precipitam de nuvens tipo Cb (Cumulonimbus) muito desenvolvidas verticalmente. Ou seja: são nuvens que atingem alturas elevadas e por isso as gotas de água de seu interior passam para o estado sólido. Quando atingem um tamanho grande e que não pode consegue  mantido no interior da nuvem pelas correntes ascendentes,as ‘pedras’ de granizo finalmente caiem. Cada granizo tem normalmente menos de 2cm de diâmetro, mas há  recordes muito raros, como os que mencionei neste post.

Granito é uma outra coisa! Normalmente quando mencionamos a palavra granito, vem em nossa mente pias de cozinha e soleiras de portas. Segundo os geólogos, granito é um tipo de rocha ígnea (que é originada pelo resfriamento do magma) formada por diversos minerais, tais como mica, quartzo e feldspato. Na natureza, ele aparece assim:

Afloramento de granito. Fonte: Wikimedia Commons

Observando a foto acima que mostra um afloramento de granito na natureza, penso em duas coisas. A primeira delas é que muito provavelmente eu já vi granito assim mas nem me dei conta. Como não sou geóloga e conheço muito pouco sobre o assunto, não sei apreciar essas formações. A segunda coisa que penso é que eu só sei identificar granito dessa maneira:

Fonte: OLX

A foto acima mostra uma pia e uma linda bancada, toda montada em granito. O granito foi retirado da natureza (como na foto em que mostrei o afloramento), é cortado e polido. O granito é vendido em diversas cores e certamente a coloração depende da composição de minerais da rocha.

Agora pensei mais uma coisa: imaginem se fosse possível uma chuva de granito. Bom, melhor nem imaginar. Essas pias são super pesadas! Olhem só o que a alteração de uma simples letra (letra T e  letra Z) pode fazer.

Chuva de GRANITO…rs

Achei a foto acima aqui e confesso que ri muito. Alguém levou uma bronca do chefe (na melhor das hipóteses….). Fiquei pensando em algum tipo de ‘regra mnemônica’ para evitar que as pessoas confudam-se ao escrever ou falar. Não consegui pensar em nada, mas me lembrei que outros tipos de rochas terminam em -ITO, como varvITO ou arenITO, por exemplo. Alguém conhece alguma regra mnemônica? Podem escrever nos comentários.

E um outro post muito bacana sobre o assunto foi escrito pelo pessoal do Ciência em Show.