Luto



734151_328630453912356_2124256150_n

Muitas pessoas morreram ou ficaram feridas no incêndio em uma casa noturna de Santa Maria – RS. Qualquer coisa que eu escrever aqui, por mais carinhosa que eu seja em minhas palavras, não vai amenizar a dor desta tragédia. Os depoimentos dos pais,  namoradas e namorados, amigos e sobreviventes dão um terrível aperto no coração.

A Universidade Federal de Santa Maria perdeu muitos alunos na tragédia. Em breve as aulas vão começar e muitos alunos combinaram encontros e festividades antes do período letivo. Durante as aulas, fica muito difícil frequentar baladas ou barzinhos. Eram jovens, aproveitando suas vidas e confraternizando com seus amigos. E perderam suas vidas assim, num instante.

Estou lendo O ano do pensamento mágico, de Joan Didion. As frases iniciais da narrativa são:

“A vida se transforma rapidamente. A vida muda num instante. Você se senta para jantar e a vida que você conhecia acaba de repente”.

No livro, Didion fala sobre a perda. É um livro muito bonito, recomendo para aqueles que estão passando por isso. Eu me sinto tola recomendando um livro neste momento, mas é o que posso fazer. Palavras podem ser um bálsamo, mesmo que superficial.

Dois meteorologistas morreram na tragédia: Mariana e Lincon. Conheço pessoas que os conheceram. Eu queria dar um abraço nos familiares e nos amigos de todas as vítimas. Não há o que dizer. Apenas um abraço.

Um texto do sensível Fabrício Carpinejar sobre a tragédia.