Poeira do deserto do Saara



BBuAazECMAEAwkY

A imagem acima é muito interessante. Eu peguei deste ótimo perfil do twitter, que sempre divulga fotos e imagens de satélite relacionados a meteorologia.

Trata-se de uma imagem de uma região do deserto do Saara que faz parte do território da Líbia. Esses penachos interessantes indo do continente em direção ao mar Mediterrâneo é uma pluma de areia de deserto. Os ventos sobre o norte da África varrem a areia do deserto em direção a Europa.

Essa areia pode transformar-se em núcleo de condensação. O vapor d’água contido no ar pode se condensar quando é forçado a subir. Essa condensação é facilitada quando temos agentes higroscópicos, chamados de núcleos de condensação. Os núcleos de condensação são pequeníssimas partículas, que podem ser sal marinho, areia, pólen, etc.

Os núcleos de condensação facilitam a formação de nuvens. Assim, a formação tempestade na Riviera Francesa pode ser favorecida por partículas do Deserto do Saara, localizado a centenas de quilômetros de distância.