Guestpost: Filmes, meteorologia e afins

Fazia algum tempo que eu não publicava guestposts, não é?

Como sei que muita gente não gosta de pular carnaval, mas gosta de aproveitar o feriado para descansar, ler, viajar ou… ver filmes! O guestpost de hoje será sobre filmes e meteorologia. Lembram do guestpost do Marcelo? Então, dessa vez quem escolheu sua lista de filmes favoritos que abordam meteorologia e ciências afins foi o Silvio Gois. 

O Silvio é um amigo querido que tive a oportunidade de conhecer pelo Twitter, rede social onde conheci muitas pessoas queridas, amigas e que sempre me incentivam. Não posso deixar de ser grata.

O Silvio é jornalista e atualmente cursa letras na UNESP. Ele adora filmes, ele costumava escrever sobre filmes e séries neste ótimo blog.

O Silvio já me enviou tantas fotos lá de Rio Preto (veja esta e esta, por exemplo) que já estou considerando ir visitar a cidade! Tudo bem, eu sei que lá é muito (absurdamente, eu diria) calor. Mas o morador ilustre e as belas nuvens valem a pena 🙂

Sem falação, vamos a seleção do Silvio! E mais uma vez, muito obrigada, Silvio 🙂

 

Para esta pequena lista de filmes, procurei reunir cinco título que, de alguma forma, remetem a temas abordados aqui no Meteorópole, acompanhados de breves impressões: 

 

Twister (Twister, 1996; Dir.: Jan de Bont)

Bill Harding (Bill Paxton) e Jo Harding (Helen Hunt) formam o casal de meteorologistas que, em meio a um divórcio, passam a caçar tornados para colocar em funcionamento um novo sistema de alerta.

Twister tem os ingredientes típicos de um disaster movie melodramático, mas destaca-se pelas incríveis cenas de ação antagonizadas pelos furacões que carregam vacas, carros e casas por onde passam.

 

Forrest Gump, o Contador de Histórias (Forrest Gump, 1994; Dir.: Robert Zemickis)

Longe de ser um filme com temática meteorológica, a passagem de Forrest Gump (Tom Hanks) pelo Vietnã ensinou-me que uma das principais características de uma floresta tropical é a incessante chuva, justificando que esse ecossistema, em inglês, seja denominado como “rainforest”.

 

2012 (2012, 2009; Dir.: Roland Emmerich)

Outro disaster movie, dessa vez comandado pelo especialista do gênero Roland Emmerich (Independence Day, O Dia Depois de Amanhã), que agora coloca o Sol como vilão maior.

Em 2012 as erupções solares e o aquecimento do centro da Terra provocam destruições em massa no planeta. Vale a pena assistir ao documentário The Universe – The secrets of the sun, do History Channel, para ficar um pouco mais paranoico ou rir de alguns exageros do filme 2012.

 

Insônia (Insomnia, 2002; Dir.: Christopher Nolan)

Will Dormer (Al Pacino) é um detetive de Los Angeles que ao acompanhar um caso de assassinato no Alaska torna-se vítima de uma perturbadora insônia provocada pelo “sol da meia-noite”, fenômeno típico dos verões polares.

A tensão do filme agrava com o cenário cheio de neve e neblina, dificultando as decisões nem sempre sensatas do protagonista insone.

 

Feitiço do Tempo (Groundhog Day, 1993; Diretor: Harold Ramis)

O mal humorado meteorologista Phil Connors (Bill Murray) vai mais uma vez cobrir o Dia da Marmota (a Samantha já falou sobre o evento aqui) na cidadezinha de Punxsutawney e acaba ficando preso no mesmo dia repetidamente.

Uma situação engraçada do filme fica por conta da resposta técnica e precisa do meteorologista àqueles típicos comentários sobre o clima que fazemos para puxar assunto com um desconhecido.

Silvio, eu amei a lista de filmes! Principalmente pelo Feitiço do tempo e pelo Insônia! Adoro especialmente estes dois filmes. E adorei a escolha do Forest Gump. Não tinha parado para pensar que Run, Forest! tem a sonoridade de rainforest. Adorei 🙂