Novidades e explicações

1) Pessoal, ando completamente sem tempo! Na verdade, estou me re-organizando, já que inseri um curso de francês em minha rotina. Ou seja, tenho menos tempo para me dedicar ao blog. Desculpem. Minha experiência mostra que eu me adapto e logo consigo reorganizar meu tempo. Vamos esperar isto acontecer.

2) Post que escrevi no Facebook e virou colaboração no blog do querido  Jonatas Oliveira: Cristãos não são perseguidos no Brasil. O objetivo desta postagem é mostrar para aqueles cristãos que se dizem perseguidos aqui no Brasil que seu pensamento está totalmente equivocado. Leiam 🙂

3) Sim, eu recebi várias vezes aquele vídeo de humor do Porta dos Fundos. Vários amigos e conhecidos mandaram para me provocar. Se você não sabe do que se trata, veja abaixo:

Até dei risada e é claro que é apenas humor. Só que não significa que não possa ser questionado. Algumas considerações:

– O humor só existe porque as pessoas, de um modo geral, desconhecem o trabalho do meteorologistas. Elas não entendem como a previsão do tempo é feita. Alguns acham que a previsão é algo místico, aleatório, inventado pelos jornalistas. Já escrevi diversos posts com o objetivo de esclarecer um pouco mais sobre o assunto, como este. Recomendo também este link da Mundo Estranho. Sendo assim, o humor existe porque há ignorância. E ignorância pode ser curada 🙂

– O bairrismo implícito em “O Amapá que se f…” é muito bobo, uma piada repetida e nada inovadora. Uma piada triste, porque certamente quem mora nesse Estado não acha muita graça.  A piada existe porque nós da Região Sudeste temos a infeliz tendência de centralizar tudo em nossa região. Inclusive eu, aqui no Meteorópole, acabei sendo bairrista em várias ocasiões, já que vivo em São Paulo-SP e tenho a tendência de falar mais sobre esta cidade. Até os recursos do Governo Federal acabam sendo mais aplicados por aqui. São as regiões economicamente mais prósperas. Ou seja, esse tipo de humor não deixa de ser um reflexo da desigualdade de nosso país.

3) Estou devendo alguns posts para vocês, desculpem 🙁

4) Acabei encontrando duas reportagens em que meu nome é mencionado. Aqui falam sobre a vida em uma Estação Meteorológica. Nesta outra reportagem, falam sobre neblina e acidentes.