Sorvete sabor Chevete 77

1006251_473295372763882_1817022930_n

Vi a imagem acima na página Climatologia Geográfica com a seguinte descrição:

A incrível foto foi tirada em Versoix am Genfersee, no extremo sul do Lago de Genebra, na Suíça, depois de uma intensa tempestade em 26 de janeiro de 2005.

Vocês repararam que a formação de gelo nas árvores está inclinada? Isso indica um vento forte e persistente durante o congelamento.  Fiquei impressionada e fui pesquisar mais. Encontrei um vídeo no youtube, que foi gravado nesse local. Não consegui informações sobre a data em que foi filmado (foi publicado em 11/02/2012). A fotografia que abre a postagem é de 26 de janeiro de 2005. Será que essa é uma típica situação de inverno em Versoix am Gefersee? Ao que parece, é sim 🙂

O vento também pode explicar porque a superfície do gelo fica tão lisa. A neve cai, fica compactada e o atrito do vento certamente é responsável por alisar essa camada de gelo. O lago visto nas filmagem e na fotografia é o Lago Léman (ou Lago de Genebra). Quem leu Frankenstein certamente lembra-se do lago. A autora de Frankenstein, Mary Shelley passou férias na região. Desafiada por Lord Byron (que passava férias com ela) e por seu marido, escreveu histórias de terror que inspiraram sua famosa obra. O lago aparece algumas vezes ao longo da história.


Visualizar 1290 Versoix em um mapa maior

Esses pingentes de gelo chamam-se icicles. Não conheço um nome em português do Brasil para eles (não seria pingente de gelo mesmo?). É natural que não tenhamos uma palavra para isso em português do Brasil, pois quase não faz parte da realidade do nosso país. Em Portugal, na região transmontana, chamam de candeeiros. E aqui cabe uma confusão engraçada, porque candieiro ou candeeiro também é uma espécie de luminária a querosene, que no passado era usada no sertão brasileiro.

Vocês já perceberam que eu não consigo escrever um texto linear…rs. Desculpem, é bem comum uma coisa puxar a outra. Meu cérebro é tipo um arquivo maluco.

Os candeeiros (gostei do nome) formam-se quando o gelo ou a neve são derretidos pela luz solar, pelo vento ou pelo sistema de aquecimento de uma casa. Como o ambiente externo ainda possui temperaturas abaixo de 0°C, a água volta a congelar. Se a água continuar escorrendo e se a temperatura ainda estiver baixa o candeeiro continua crescendo.

Esses pingentes podem ficar grandes e muito perigosos. Podem provocar danos nas construções ou podem cair e ferir alguém. Lá em São Petesburgo  (Rússia, famosa aqui no blog rs), 5 pessoas morreram e cerca de 150 pessoas ficaram feridas devido a quedas de pingentes de gelo ao longo do ano de 2010.