Feliz dia do Professor!

Hoje é dia 15 de outubro e comemora-se o Dia do Professor.

Na maioria das escolas brasileiras, hoje é feriado. Um dia de descanso para um profissional que enfrenta enormes desafios.

Uma coisa é ser professor em um colégio particular, com diversos recursos e possibilidades. Ainda assim, muitos enfrentam problemas com a direção e com os alunos.

Os professores de escolas públicas enfrentam falta de recursos, baixos salários (o que também é um problema em algumas escolas particulares), problemas sociais muito graves (que afetam na qualidade do ensino), violência, situação de risco, etc.

Esses profissionais são verdadeiros heróis. Há professores que não se abalam e continuam fazendo o melhor de seu trabalho, mesmo diante dessas enormes dificuldades.

Parabéns para esses profissionais. Muitos desgastam-se, desenvolvem alergias e outros problemas de saúde. A carreira de professor é muito difícil e pouco valorizada.  Por trás de todo profissional, seja qual for sua área de atuação, houve uma Professora Maria ( Jeane, Deborah, Aline, Vera, Isabel, Marilene, etc), que no começo da vida escolar alfabetizou e ensinou valores.

Ser professor, principalmente nas primeiras séries do ensino básico, é uma carreira seguida na maioria das vezes por mulheres. São mulheres que deixam seus filhos em creches (ou com a mãe, com a vizinha, com a parente, com a babá, etc) para cuidar parcialmente do filho de outras pessoas. São mulheres que ainda hoje tem dupla jornada, já que chegam em casa e precisam corrigir provas, preparar aulas, arrumar, lavar, passar, cozinhar, etc . São mulheres que também são cobradas diariamente pela sua aparência. São mulheres que choram, que sofrem e que apesar das dificuldades precisam manter a postura dentro da sala de aula. São mulheres que como eu ou como minhas leitoras também sofrem com o sexismo.

Parabéns para essas super-heroínas!