Tornados: pessoas que filmaram a destruição de suas casas



Vários tornados atingiram os  Estados Unidos no começo dessa semana. Tornados de categorias variando de 0 e 4 atingiram várias localidades dos estados de Michigan, Wisconsin, Iowa, Illinois, Missouri, Indiana, Ohio, Kentucky, Tennessee, Virginia Ocidental, Pennsylvania and parte oeste do Estado de New York.

Quando falamos em tornados, logo pensamos no meio-oeste americano, região conhecida como Corredor dos Tornados. No entanto, a região afetada nas super tempestades do começo da semana é um poco diferente. Corresponde ao Nordeste dos Estados Unidos:

Corredor dos Tornados. Fonte: Wikimedia Commons
Corredor dos Tornados. Fonte: Wikimedia Commons

É a Escala Fujita que classifica a intensidade dos tornados. Falamos sobre essa escala aqui.

Os tornados do começo da semana destruiram de 250 a 500 casas em toda a região. O Estado mais afetado foi Illinois, com dezenas de mortos. A cidade de Washington, Illinois, com cerca de 16 mil habitantes foi a mais destruída. Foi nessa cidade que dois moradores filmaram o momento exato em que suas casas foram destruídas. Meu amigo Marcelo Serrano me passou um link com os vídeos. São impressionantes.

O primeiro vídeo é de um homem chamado Marc Wells. O cara está filmando o fenômeno que se aproxima e demonstra total incredulidade diante da massa de nuvens que carrega muito entulho e sujeira. Depois sua imagem some e ele pega sua filha e vai buscar um abrigo. Não entendi muito bem, mas parece ser um porão ou um cômodo mais interno da casa, como um banheiro, por exemplo. O barulho do vento e dos objetos batendo ou sendo levados é assustador. Alguém está chorando. Quando o tornado passa, eles saem do ponto de abrigo e mostram a casa completamente destruída. Wells faz com que a família saia da casa, para a segurança deles: a estrutura da casa, completamente danificada, pode ruir.

Do lado de fora da casa deles, tem uma escada que muito provavelmente era parte do interior da casa. Assustador!

O segundo vídeo é de outro morador da mesma cidade, Kristopher Lancaster. Ele deixa a câmera, que fica filmando a aproximação do tornado: