O Índice UV



Já falei dos vídeos didáticos da Climatempo, apresentados pela simpática Maria Clara Machado. O nome da série de programinhas é “Explicando o Tempo” e eu inclusive já participei de um, falando sobre umidade relativa (que chic, heheheh!).

Um dos vídeos mais recentes do canal fala do Índice UV. O vídeo ficou ótimo, muito didático e bem explicado. A Maria Clara e toda equipe da Climatempo estão de parabéns! Confiram o vídeo a seguir:


Já falei sobre índice UV aqui e no verão sempre volto a falar. No entanto, o cuidado com o Sol precisa continuar ao longo do ano todo e não somente quando estamos na praia ou no clube. Mesmo no dia a dia, é importante usar um protetor solar no rosto, colo, braços e pernas.  Como a gente tem o costume de usar camisetas mais cavadas nessa época, é bom lembrar dos ombros e das costas também!

Veja abaixo algumas recomendações importantes:Placa proteja a sua pele - modelo 2

– Usar camisetas, chapéus e óculos: roupas e chapéus são muito utlizados por trabalhadores do campo, justamente para proteger-se do Sol durante o trabalho. Trabalhadores dos correios, entregadores, vendedores ambulantes e outros profissionais que realizam suas atividades ao ar livre podem usar o mesmo artifício.

– Usar o protetor solar: não dá para cobrir todo o corpo. O rosto, as mãos, os braços e as pernas muitas vezes ficam expostos. Vivemos em um país muito quente, não dá para se cobrir dos pés a cabeça. Alguns trabalhadores recebem protetor solar por parte de seus empregadores. Se você realiza muitas atividades ao ar livre, organize-se com seu sindicato, com a CIPA, etc.

– Se possível, exponha-se ao sol somente quando as sombras forem longas. Ou seja, quando for bem cedinho ou final de tarde. Aprendi com a equipe do Sol Amigo a usar a sombra como referência e não o horário (das 10h-16h). No verão brasileiro, em algumas localidades, mesmo antes das 10h o Sol já é forte e perigoso.

– Consulte o Índice UV de sua localidade e observe: ele varia de acordo com o horário. Naturalmente, próximo as 12h, o índice é maior e mais perigoso.

Essa imagem foi tirada do site Stop Câncer Portugal. Até a escala de cores utilizada para determinar a intensidade do IUV é internacionalmente usada.
-Compartilhe a informação com amigos, parentes, alunos, etc. Quanto mais pessoas souberem, melhor!
-Visitem o site do programa Sol Amigo se você quiser saber mais. Site recomendadíssimo para professores, pais, educadores de clubes, etc.