Água – Hora de Economizar



A minha colega Aline Tochio compartilhou o seguinte gráfico da SABESP:

1621816_10200464114405968_1764990824_n

 

O gráfico mostra a % de armazenamento do Sistema Cantareira (reservatórios que abastecem quase toda RMSP) nos dias 4 de fevereiro dos anos de 2003 até 2014. Lembrando que para nós aqui da Região Sudeste, sul da Região Centro-Oeste, sul da Região Nordeste e norte da Região Sul, a estação chuvosa começa em meados de setembro. Apenas para representar isso, veja abaixo um climograma feito com dados da Estação Meteorológica do IAG-USP:

Climograma de São Paulo. Dados da Estação Meteorológica do IAG-USP
Climograma de São Paulo. Dados da Estação Meteorológica do IAG-USP

No climograma acima, observamos que de acordo com a média climatológica, os meses mais chuvosos são os meses de outubro a março. Ou seja, em fevereiro, os reservatórios da Região Sudeste já deveriam estar bem abastecidos, pois já passaram alguns meses da estação chuvosa.

O gráfico compartilhado pela Aline (que abre essa postagem) mostra que no dia 4 de fevereiro de 2014, os reservatórios estão com apenas 21,2% de sua capacidade de armazenamento. Esse valor só não é menor do que 4 de fevereiro de 2004, quando os reservatórios do Sistema Cantareira estavam com apenas 4,7% de sua capacidade.  Em 2004, esse fato foi bastante noticiado (veja aqui, por exemplo) e a população foi orientada a economizar água.

Por outro lado, em 4 de fevereiro de 2010 os reservatórios estavam bem cheios. Pudera, janeiro de 2010 foi um mês muito chuvoso. Na Estação Meteorológica do IAG-USP, registraram 653,2mm (a média é por volta de 230mm). Foi o mês mais chuvoso de acordo com os registros dessa estação.

Por outro lado, janeiro/2004 teve chuva abaixo da média (choveu apenas 210,2mm). Dezembro/2013 também foi seco (choveu 112,9mm, quando a média é por volta de 185mm). Portanto, o verão 2003/2004 foi bastante seco.

E o verão 2013/2014 também está sendo seco. Dezembro/2013 também foi um mês seco, de acordo com o último boletim mensal da Estação Meteorológica do IAG-USP. E Janeiro/2014 também foi seco , de acordo com comunicado divulgado pela mesma estação meteorológica no Facebook.

Tudo indica que estamos caminhando para uma situação de reservatórios com pouca quantidade de água, do mesmo modo que foi em 2004.

Claro, devo ressaltar que estou falando de medidas de chuva na Estação Meteorológica do IAG-USP (que fica na Zona Sul de São Paulo) e de quantidade de água no Sistema Cantareira,  que fica a norte da RMSP (e estende-se até a divisa com Minas Gerais). Como é o valor que tenho em mãos, estou usando apenas para fins comparativos. Há pluviômetros, réguas e limnígrafos ao longo de todo Sistema Cantareira, fornecendo informações mais apropriadas, uma vez que estão no próprio local.

A situação é muito crítica. Com os níveis baixos, pode faltar água para a população. Nesse artigo, Edson Domingues lembra que a falta d’água não é apenas culpa da seca. Ele destaca as grandes empresas instaladas em cidades próximas a RMSP, que consomem muita água. Além disso, há muito desperdício de água durante o fornecimento. Já cansei de ver vazamentos por aí. Saiba que aqui em São Paulo, a SABESP é responsável por consertar esses vazamentos na rua. Veja mais informações aqui. E para quem não é de São Paulo, certamente a empresa responsável pela distribuição de água e tratamento de esgoto de sua cidade certamente tem um serviço parecido. Informe-se.

Além disso, as pessoas precisam fazer a própria parte. Economizar água é imperativo, não é algo que deve ser feito apenas quando a situação está crítica. É um exercício de cidadania e  de respeito ao ambiente. A água é um recurso precioso.

Para economizar, a Sabesp recomenda que o consumidor adote algumas atitudes diárias, como por exemplo:

– tome banhos rápidos e feche a torneira ao ensaboar;
– lave a louça de uma vez e feche a torneira ao ensaboar;
– não lave a calçada e o quintal, use a vassoura;
– ao lavar o carro, use um balde;
– acumule roupas para lavar na máquina de uma vez só;
– deixe a torneira fechada ao escovar os dentes e fazer barba.

Além disso, sugiro o seguinte: reaproveite a água da máquina de lavar para limpar o quintal. Quem tem animal de estimação,  normalmente precisa lavar o quintal mais vezes e acredito que o uso da água da máquina de lavar para essa finalidade seja uma boa ideia.

E quem economizar água, vai ter desconto na conta.

No site da SABESP, há diversas informações e materiais sobre o uso racional da água.