Dúvida do leitor: Nuvens e protetor solar

O leitor Ralph mandou mais uma pergunta (confira a pergunta anterior aqui):

Precisa usar protetor solar em dias com muitas nuvens (a sombra da nuvem não barra o ultra violeta?)?

Outra pergunta muito boa, que vejo sendo feita com bastante frequencia. Não vou entrar em detalhes sobre o uso do protetor solar, já que não sou médica dermatologista. Mas gostaria de voltar ao assunto da fotoproteção.

Precisamos entender que fotoproteção envolve uma série de medidas. O uso de filtro solar não é a única maneira de nos protegermos da radiação solar. Além disso, um maior cuidado com a fotoproteção vai depender de muitos fatores:

– tipo de atividade realizada: pessoas que trabalham ao ar livre precisam de maior fotoproteção;

– horário da atividade: entre 10h e 16h, quando o Sol está “mais alto”, a quantidade de radiação solar incidente é maior.

– local onde a pessoa mora/trabalha: pessoas que vivem em regiões de elevada altitude ou em regiões próximas ao Equador da Terra precisam de maiores cuidados, já que  há mais radiação ultravioleta nessas regiões (leia mais aqui). Além disso, a areia branca ou a neve ajuda a refletir a radiação solar, refletindo também os raios ultravioleta.

– época do ano: no verão, há mais radiação ultravioleta. Em regiões bem próximas ao Equador, há uma menor variação entre a a quantidade de  radiação ultravioleta incidente, já que a luz solar é intensa nessas regiões ao longo do ano todo.

– tipo de roupa/acessório utilizado: jogadores de volei de praia e maratonistas, por exemplo, cobrem pouco sua pele com roupas. Eles precisam usar protetor solar no ano todo. Uma pessoa que trabalha com roupas longas precisa usar protetor solar apenas no rosto. Chapéu e óculos também são itens fotoprotetores. Em passeios ao ar livre no verão, o uso de protetor solar no rosto aliado ao uso de chapéu e óculos pode fazer uma grande diferença na fotoproteção.

– Fototipo: pessoas de pele bem clara, principalmente loiras ou ruivas de olhos claros, precisam ter um maior cuidado com a fotoproteção. Mas isso não significa que morenos ou negros devam descuidar-se.

fototipo

Genial a idéia deste blog em usar fotos de celebridades para ilustrar os fototipos cutâneos. Adorei porque escolheram um de meus atores favoritos, Morgan Freeman, para ilustrar o Fototipo VI

Tá, mas e com relação a nebulosidade?

Claro que quando há nuvens, principalmente quando o céu está completamente encoberto, recebemos menos radiação solar incidente. Sendo assim, também recebemos menos radiação ultravioleta, já que ela é parte da radiação solar (leia mais aqui).

Visitando o site do INPE, é possível ver o Índice UV em todo o país e parte da América do Sul. Esse índice é disponível de duas formas:

– IUV Máximo: calculado, c0mo se não houvesse nuvens

– IUV Atenuado: observado, consiste no atenuado pela presença de nuvens e eventuais aerossóis refletores.

Eu peguei para minha cidade, São Paulo-SP.  O gráfico é construído ao longo do dia e eu peguei na manhã de segunda-feira (07/07/2014). A linha preta indica o valor ponderado, considerando a presença de nebulosidade. Como a manhã de ontem estava bem nublada, a nebulosidade fez cair o IUV.

M16724038_201407071900

IUV para 07/07/2014

O IUV (Índice Ultravioleta) é diretamente proporcional a quantidade de radiação ultravioleta incidente. Leia mais sobre esse índice no próprio site do INPE.

Então a nebulosidade faz realmente cair a quantidade de radiação ultravioleta. Mas isso responde a pergunta do Ralph? Bom, a resposta é individual. Vai depender de todos os fatores mencionados acima. Eu acredito muito que as pessoas devem ler e se informar para então tomar as suas decisões.

Pessoas com tendência a terem câncer de pele (que já tiveram casos na família) e com pele clara devem usar fotoproteção mesmo em dias nublados. Além disso, um dia nublado em Curitiba é diferente de um dia nublado em Natal, por exemplo. Em Natal, mesmo se o dia estiver nublado, a fotoproteção é indicada, pois mesmo nublado temos um IUV elevado, já que a cidade está bem próxima da Linha do Equador.  A fotoproteção também ajuda a reduzir o envelhecimento precoce. Então pessoas vaidosas e que querem manter a pele jovem por mais tempo devem usar fotoproteção.

Eu, Samantha, tenho a pele bem clara e moro em São Paulo-SP. Eu uso protetor solar todos os dias. Além disso, minha maquiagem possui fator de proteção e eventualmente uso chapéu e óculos. Também uso blusas de manga comprida e creme para as mãos constantemente:

10154145_10201883669553071_1911128307_n

Acho que meu fototipo é 3 (sou a cara da Mila Kunis, risos), considerando a figura que apresentei antes. Algumas pessoas acham que eu exagero na fotoproteção. Talvez elas estejam certas mas eu sou vaidosa e quero que minha pele fique com a menor quantidade de manchas possível. É uma escolha pessoal que fiz para minha vida, baseada em coisas que li e baseada no estilo de vida que levo.

 Não existe uma regra, mas existem alguns cuidados mínimos para evitar doenças sérias ou insolações. Se você quer ler mais sobre fotoproteção e cosméticos, recomendo o Salada Médica. O blog não é mais atualizado, mas contém muitas informações sobre o assunto.