Acabei a primeira temporada de Under the Dome :)



Quando eu comecei a assistir Under the Dome, escrevi esse post. Ainda estava assistindo o segundo episódio da série, mas quis escrever algo mesmo assim para dar minhas primeiras impressões iniciais. Agora que já acabei a primeira temporada, posso falar um pouco mais.

Under_the_Dome_intertitle

O que é aquele Big Jim, minha gente? É uma mistura de Governador (Phil) de The Walking Dead, políticos brasileiros e Walter White (de Breaking Bad). A propósito, Dean Norris (ator que interpreta o vereador Big Jim) é o mesmo ator que interpretava o cunhado de Walter White. O ator esteve ótimo em Breaking Bad e está melhor ainda em Under the Dome.

Big Jim é um sujeito que começou demonstrando parecer ser um vereador correto e muito generoso com as pessoas. Ele demonstrava ser um sujeito disposto a colocar a mão na massa e representar os interesses da comunidade de Chester’s Mill. Exatamente como nossos políticos prometem nas propagandas eleitorais. Com o decorrer da série, Big Jim mostrou quem realmente era: um homem corrupto, disposto a fazer qualquer coisa pela manutenção de sua reputação e pela manutenção de seu poder. O autoritarismo começou a ficar claro na personalidade do vereador.

Linda Esquivel, a policial que tornou-se xerife por força das circunstâncias, caiu um pouco em meu conceito. Sim, ela é uma mulher decidida e que realmente protege e serve a população. Mas a inexperiência e a ingenuidade fizeram com que ela confiasse cegamente em Big Jim. Além disso, ela deixou claro que ficou cega perante as decisões arbitrárias de Big Jim. Por exemplo, o vereador encarcerou dois menores (Joe e Norrie) e ela não se manifestou. O vereador está incitando a pena de morte e ela não tem forças para se manifestar. Achei bem decepcionante.

Por outro lado, a personagem Carolyn tem crescido muito depois de um acontecimento muito triste que ocorreu em sua família. Agora sabemos que Carolyn é uma advogada questionadora e uma excelente mãe. Ela questiona as prisões de Norrie e Joe. Ela também questiona as buscas sem mandato, que Big Jim tem feito nas residências de Chester’s Mill. Quando Big Jim discursa, ela parece ser a única a questionar. Carolyn está me lembrando Michonne e um pouco de Andrea (na primeira temporada de The Walking Dead).

Outra personagem que estou amando e a repórter Julia Shumway. Ela parece ser disposta a agir em nome da justiça, mesmo que isso a faça correr risco de morrer. Ela cometeu um grande erro profissional no passado (antes de mudar-se para Chester’s Mill) e esse fato parece fazê-la lutar para fazer tudo certo dessa vez.

Aos poucos, o mistério da redoma vai sendo desvendado (ou ficando ainda mais misterioso…rs). A primeira temporada revela algumas informações, mas deixa o telespectador ainda mais confuso. Fora os personagens que mencionei, não morri de amores por nenhum outro. Nem mesmo o misterioso e injustiçado Dale “Barbie” Barbara: ainda não sei se gosto dele.

Agora vamos aos aspectos “científicos” da redoma: choveu dentro deste trem, gente. CHOVEU! Aparentemente, a redoma funciona como um Sistema Ecológico Fechado (SEF) A água condensa dentro da redoma, forma nuvens e a chuva cai. Simples assim, exatamente como é do lado de fora. Há um momento no seriado em que mencionam a altura do domo, mas não consigo me lembrar. De qualquer maneira, a altura tem que ser suficiente para que uma parcela de ar atinja o Nível de Condensação Convectiva (NCC), que é a altura em que ocorre a condensação. Essa altura depende da temperatura e da temperatura do ponto de orvalho do local. A redoma precisa ter pelo menos uns 10km de altura, para que a parcela de ar atinja o NCC e ajude a formar uma nuvem profunda o suficiente para ter bastante água precipitável e até descargas elétricas.

Estou aqui imaginando que a chuva ocorreu por convecção. A redoma é um ambiente fechado, então instabilidades provocadas por sistemas de maior escala (como Sistemas Frontais) são impossíveis de ocorrer. Por outro lado, temos que lembrar que parte de um lago ainda encontra-se dentro da redoma. Dessa maneira, uma circulação de brisa lacustre pode ocorrer. Há algumas cenas em que está ventando próximo a construção da rádio (que fica próxima ao lago). E esse vento só pode ter sido gerado por circulação de brisa. Expliquei brisa marítima nesse post, mas a brisa lacustre ocorre exatamente pelo mesmo motivo: temos duas regiões com capacidades térmicas diferentes (a água e o solo). Cada uma dessas regiões vai aquecer a atmosfera numa taxa diferente.  Com diferenças de temperatura entre trechos diferentes da atmosfera , o ar fica com densidades diferentes, e como na natureza tenta se estabelecer um equilíbrio espontâneo, o movimento das parcelas de ar tendem sempre a igualar as diferenças de densidade e portanto de pressão, realizando um movimento sempre no sentido da região de maior para a menor pressão atmosférica, causando assim o vento. E esse movimento pode ocorrer em escalas diferentes: desde escalas menores (brisas lacustres) até escalas maiores (circulação de Hadley).

Nos primeiros episódios, Joe descobre que a redoma é parcialmente permeável. Na verdade, me pareceu funcionar mais ou menos como uma parede osmótica.  Mas não sei se é bem assim. Nos primeiros episódios, um incêndio de grandes proporções acontece dentro da redoma. A fumaça aparentemente não ficou presa dentro da redoma (ou difundiu-se de forma muito eficiente). Por outro lado, uma bomba MOAB foi lançada contra a redoma. Nada foi danificado no interior da redoma, nem pelo tremor que a explosão da bomba poderia causar. O área em torno do ponto onde a bomba atingiu a redoma ficou completamente destruída e a redoma e seu interior permanecem intactos. Nem fumaça entrou dentro da redoma. Ou seja, a redoma é permeável quando quer e é absurdamente resistente.

 E é aí que entra o caráter metafísico da redoma. Joe e Norrie encontram uma mini-redoma na mata que ao que tudo indica, tem conexão com a redoma grande. Essa mini-redoma permite a comunicação com quem (ou o quê) provavelmente criou e mantém a redoma. Claro que isso ainda não foi explicado. E claro que esse caráter metafísico foi inserido na história por causa de nerds especuladores como eu :P.

Estou doida para que o Netflix libere logo a segunda temporada. Até agora, tenho gostado muito! Outra série (essa original do Netflix) que estou ansiosa pela nova temporada é Orange is the New Black.