Dúvida do leitor: Como é o curso de Meteorologia?

Fonte: Free Digital Photos

A dúvida de hoje é da leitora Natiely:

Queria saber como é o curso de meteorologia, e como que é atuar nesse mercado de trabalho? Pois penso em cursar essa faculdade, e tenho muitas dúvidas sobre esse curso.

Perguntas sobre o mercado de trabalho da Meteorologia são muito recorrentes aqui no Meteorópole. Por isso decidi aproveitar a pergunta da Natiely para fazer um “dossiê”, reunindo links para todas as respostas que já escrevi a respeito do tema.

Em primeiro lugar, há no blog uma categoria apenas sobre o tema Profissão. Nos links dessa categoria, respondo perguntas de leitores relacionadas com minha profissão e falo de alguns desafios que encontro no meu dia a dia. Claro que é preciso deixar claro o meu perfil: eu me formei há 10 anos, tenho mais de 30 anos e sou mãe de um bebê. Trabalho com divulgação da Meteorologia e análise de dados. Meu perfil é diferente do de um meteorologista mais jovem, de um meteorologista com mais tempo de profissão ou de um meteorologista que trabalha com previsão do tempo, por exemplo.

Para variar um pouco e falar da realidade de profissionais que atuam em outras áreas dentro da Meteorologia, há guestposts como o do Vlamir da Silva Júnior, amigo meu que trabalha há vários anos na área de previsão do tempo.

Agora vou elencar algumas perguntas sobre o mercado de trabalho que já me fizeram e vocês vão ver que minhas respostas acabam se repetindo em alguns pontos:

1. Vou morrer de fome se fizer Meteorologia?

2. Curso Meteorologia mesmo?

3. O Bacharelado em Meteorologia é difícil mesmo?

4. Para que serve a Meteorologia?

5. Como o Meteorologista trabalhava antigamente?

6. Qual o salário de um Meteorologista?

7. O que estuda um Meteorologista?

8. Cursar ou não Meteorologia?

9. Meteorologia: onde estudar e quais as atribuições do profissional

10. Dificuldades nas matérias

11. Em quais locais trabalha um Meteorologista?

12. Minha Jornada para a Meteorologia (guestpost do recém-formado – na época do post, ainda estudante de graduação – Isaque Saes Lanfredi, contando como ele escolheu Meteorologia).

13. Um FAQ sobre Meteorologia e Profissão.

Observem que são muitos posts basicamente abordando os mesmos temas! Não tenho problema algum em escrever e re-escrever sobre o tema, até porque com o tempo mais informações são adicionadas. Eu aprendo mais, leio mais, adquiro mais experiência e minhas respostas vão ficando cada vez maiores e melhores, eu acho rs. Nesse post recente sobre profissão, um colega meteorologista (oi César) me elogiou, disse que está bem escrito. Eu tentei ser o mais realista possível, sem deixar de incentivar e dar esperança para quem gosta da área.

Meu objetivo é exatamente esse: ser realista. Quando eu entrei na graduação, muita gente não foi realista comigo. Eu tinha apenas 19 anos, não tinha metade da experiência de vida que tenho hoje e tomada pela novidade de ter passado no vestibular, eu não tinha condições de avaliar os exageros nos discursos.

Alguns foram absurdamente otimistas (o que não é bom) ou foram muito pessimistas (o que também não é bom). A verdade é que atualmente o mercado está ruim para muitas áreas. Tenho certeza que você conhece alguém formado, talvez com alguma experiência profissional, mas que está desempregado. Temos que batalhar muito até conseguirmos nossa colocação no mercado. Fácil não é, mas pode ser recompensador!

Obrigada pela pergunta, Natiely. Espero que os links apresentados te ajudem.