Dúvida do leitor: Imagens de Satélite e Previsão do Tempo



Fonte: Free Digital Photos
Fonte: Free Digital Photos

A dúvida de hoje é do leitor Rubens:

Gosto muito de me informar sobre a previsão do tempo e além de escutar em rádios e tv  vejo alguns sites também.
Nos sites vejo a previsão para os próximos dias e a foto do satélite com a última imagem e noto que em muitas vezes a imagem me diz uma coisa e a previsão diz outra, ou seja no satélite vejo aquelas manchas se afastando de determinada região e não vindo outra e na previsão marca instabilidade para a mesma região.
Qual devo confiar mais, o satélite ou a previsão.

Em apresentações da previsão do tempo na TV, é bastante comum ver o uso de animações de imagens de satélite como imagens de fundo. As imagens de satélite são usadas para fazer um panorama das condições do tempo naquele momento. E apenas isso. Porque imagens de satélite nada mais são do que observações meteorológicas. Satélites meteorológicos possuem sensores para regiões específicas do espectro eletromagnético:

  • Visível: o mesmo que uma câmera fotográfica, ou seja, capta aquilo que está na região do espectro eletromagnético que nossos olhos podem ver.
  • Infra-vermelho: região que capta as emissões de calor, a radiação terrestre.
  • Absorção do vapor d’água: radiação absorvida pelo vapor d’água nos níveis inferiores da atmosfera e a emitida pelo vapor d’água nos níveis superiores da atmosfera.
Fonte: Física sem mistérios
Fonte: Física sem mistérios

Abaixo, vou mostrar 3 imagens do mesmo instante: 25/04/2016 da 12:15 UTC (09h15min no horário de Brasília). Entretanto, essas imagens são de 3 canais diferentes do mesmo satélite (GOES-13). Cada canal representa imagens capturadas por cada um dos sensores que mencionei anteriormente.

As imagens representam o que está acontecendo naquele momento, é um retrato da atmosfera, em outras palavras.

br_VA201604251215
Imagem de 25/04/2016 da 12:15 UTC (09h15min no horário de Brasília). Imagem do canal Vapor d’Água do satélite GOES-13. Fonte: INMET
br_IV201604251215
Imagem de 25/04/2016 da 12:15 UTC (09h15min no horário de Brasília). Imagem do canal Infra-Vermelho do satélite GOES-13. Fonte: INMET
Imagem de 25/04/2016 da 12:15 UTC (09h15min no horário de Brasília). Imagem do canal Visível do satélite GOES-13. Fonte: INMET
Imagem de 25/04/2016 da 12:15 UTC (09h15min no horário de Brasília). Imagem do canal Visível do satélite GOES-13. Fonte: INMET

 

Ou seja, aquela animação que a gente vê, normalmente antes da previsão do tempo em si, é apenas um “retrato” do que está acontecendo naquele momento (ou nos últimos dias) na atmosfera. Satélite meteorológico não dá a previsão do tempo!

A previsão do tempo é um conjunto de procedimentos, que envolvem o uso de supercomputadores que resolvem as equações que descrevem todos os processos físicos que acontecem na atmosfera. Ou seja, esses supercomputadores simulam o que ocorre na atmosfera e para iniciar esses cálculos utilizam observações meteorológicas (dados de estações meteorológicas, radiossondagens, radares e informações de satélites meteorológicos, etc). Essas observações meteorológicas atuam como condição inicial para que as equações possam ser resolvidas.

Os resultados desses cálculos são interpretados por meteorologistas e processados para que sejam exibidos em mapas ou ícones indicando a previsão do tempo para os dias seguintes.

Eu escrevi outros textos sobre previsão do tempo. Quem tiver mais interesse, leiam para ter a informação em detalhes:

Concluindo: imagem de satélite não é previsão do tempo. É observação. A previsão do tempo é o mapa e os ícones apresentados pelo jornalista ao longo da previsão do tempo.