Tea blend: blend de chá



cha

O blend (mistura) de chá é a planta do chá misturada diversas variedades da mesma planta,  com outras plantas ou produtos com o objetivo de criar um produto final diferenciado, com sabores balanceados e únicos, usando produtos de origens diferentes. Sabe os “saquinhos de chá” que a gente compra no supermercado? A maioria deles consistem em blends.

Um blend precisa ser padronizado. Isso significa que se o consumidor comprar uma lata ou caixinha com um determinado blend, quando ele comprar novamente é obrigatório que tenha exatamente o mesmo sabor.

Como o chá recebe aromas facilmente, torna-se fácil fazer um blend com outras ervas, por exemplo. No entanto, essa característica do chá também torna necessário seu correto armazenamento, em recipientes herméticos e preferencialmente não-transparentes, já que a luz pode degradar o aroma. É importante que o recipiente seja também limpo e seco.

Alguns puristas criticam os blends pois o processo pode “mascarar” chás de baixa qualidade. Além disso, alguns blends levam folhas de stevia (Stevia rebaudiana), que é um adoçante natural e quem gosta de chás completamente “sem açúcar” pode não gostar. Outros blends levam aromatizantes artificiais, também pouco desejados por muitos entusiastas da bebida.

Os aromatizadores do chá podem ser óleos essenciais, produtos saborizantes artificiais e até perfumes. A defumação da planta também pode ser um processo aplicado. A Mariage Frères, casa de chá francesa em funcionamento desde 1854, trabalha com diversos blends. Grandes empresas como a Twining’s of London também tem seus blends característicos, como o Lady Grey, um de meus favoritos. O Lady Grey é feito a partir do Earl Grey, blend tradicional no Reino Unido, porém é mais suave e além do sabor da bergamota, possui outros toques cítricos, da laranja e do limão.

download

Outros exemplos de blends conhecidos são as variedades breakfast, como o English Breakfast e Irish Breakfast, que consistem em um blend de chás pretos, ideais para serem consumidos com leite. O chai ou masala chai também consiste em um blend. Masala chai quer dizer “chá misturado com especiarias” em hindi. As especiarias utilizadas são gengibre, cardamomo, canela, canela aromática, pimenta do reino, cravo, anis, etc. Recentemente, num dia de muito calor, provei o chai gelado com limonada do Starbucks e gostei bastante, uma bebida extremamente saborosa e refrescante.

Produtos mais comuns usados nos blends 

  • Flores: jasmim, osmanto, rosas, crisântemo, lótus
  • Ervas: hortelã (variedades diversas do gênero Mentha), pândano
  • Óleos: óleo de bergamota (que usa no tradicional blend Earl Grey) e óleos cítricos em geral
  • Fumaça: a defumação é usada em alguns tipos de chás, como o  Lapsang Souchong, chá que é secado sobre fogo de madeira de pinho
  • Especiarias: como no caso do chai, por exemplo
  • Bebidas alcoólicas
  • Grãos torrados (como o Genmaicha, chá japonês que contém grãos de arroz torrados).
  • Aromatizadores artificiais: no caso dos chás com aroma de frutas, por exemplo, é quase certo que foi utilizado um aromatizador artificial.

Confira todos os posts sobre chá aqui.