Calendário do Advento – Dia #7 – Arte : Descanso na viagem para o Egito – Orazio Gentileschi



No post anterior do Calendário do Advento do Meteorópole, falei que minhas postagens dessa série vão ser mais curtas e com mais imagens. Eu vou entrar de férias, mas não quero “quebrar” meu calendário, que estou fazendo com muito carinho. É uma forma de homenagear essa data comemorativa tão linda, tão importante para os cristãos. E claro, mesmo quem não é cristão comemora o Natal a sua maneira, valorizando o carinho e a convivência familiar.

Hoje nós vamos falar de arte. E quem já visita o blog há bastante tempo sabe que é um tema bastante queridinho por aqui. Vamos falar de um quadro que considero lindo. É Descanso na viagem para o Egito, de Orazio Gentileschi.

viagem_egito_gentileschi
Versão em exposição na Birmingham Art Gallery

Antes de falarmos do quadro, precisamos refrescar a história.

De acordo com o capítulo 2 do Evangelho de Mateus, os Reis Magos vem adorar a Jesus. Antes de chegar até o local onde a Sagrada Família está, os Reis Magos passam no palácio do Rei Herodes para perguntar a respeito da localização do Rei dos Judeus. O Rei Herodes fica extremamente preocupado com esse nascimento e pede para que os Reis Magos, assim que encontrarem o local de nascimento de Jesus, voltem para contar a localização ao Rei Herodes.

O versículo 12 do capítulo conta que os Reis Magos foram avisados em sonhos para não retornarem ao Rei Herodes. Cada um dos Reis Magos retornou para sua Terra e não comunicaram nada a Herodes. Em sonho, um anjo do Senhor apareceu para José instruindo-o a fugir com Maria e Jesus para o Egito, pois Herodes procuraria o menino para matá-lo.

A Fuga para o Egito é um tema frequente na arte cristã, sendo considerado o episódio final da Natividade. Os católicos inclusive chamam Maria de Nossa Senhora do Desterro, um título derivado desse episódio de fuga.

Além de apreciarmos a beleza das obras de arte, pensem na importância didática desses trabalho. Em um tempo quando poucas pessoas eram alfabetizadas, obras de arte ajudavam as pessoas a compreenderem as passagens bíblicas.

Vamos falar de uma das representações da Fuga do Egito. Trata-se do quadro Descanso na viagem para o Egito, de Orazio Gentileschi. Gentileschi se dedicou a esse tema na primeira metade do século XVII. Pesquisando na internet, observei que o artista fez duas versões da mesma obra. com algumas diferenças e semelhanças interessantes.

Vamos falar primeiro da versão em exposição na Birmingham Art Gallery (imagem que abre o post).

Na cena, os personagens estão ao ar livre. Há uma parede bem rústica de tijolos separando a Sagrada Família de um burro, provavelmente o meio de transporte deles. José está deitado, completamente exausto. Os pés de Maria estão sujos e como mãe, posso dizer que ela está cansada. Ela não está “segurando o bebê no colo”. Ele está “pendurado”, provavelmente matando a sede. Na pintura, Jesus já está grandinho, coisa de 1 ano mais ou menos e olha furtivamente para o observador da cena. Muito lindo!

Vamos falar da outra versão dessa obra, em exposição no Kunsthistorisches Museum.  Gentileschi fez algumas alterações:

800px-orazio_gentileschi_-_rest_on_the_flight_to_egypt
Versão em exposição no Kunsthistorisches Museum (Museum of Fine Arts, em Viena, Áustria).

Aqui a Sagrada Família está em um local fechado, uma cabana ou hospedaria, talvez. José está sem calças, ou seja, está mais a vontade. O menino Jesus segura um tecido que cobre suas partes íntimas e os seios de Maria estão mais cheios de leite! Apesar dos detalhes alterados, achei lindo que o tema da amamentação foi mantido por Gentileschi nas duas versões.

 🎨🎨🎨

 
Christmas Countdown