As nuvens na abertura de Os Simpsons



LOS ANGELES, USA – SEP 27, 2015: Moe’s Bar at The SImpsons area of the Universal Studios Hollywood Park. The Simpsons is an American animated sitcom by Matt Groening. Cortesia de Shutterstock

Nas terças-feiras falo de arte, muitas vezes relacionando o tema arte com meteorologia. Hoje vou falar de cultura pop. Vou falar do sitcom animado mais conhecido do mundo: Os Simpsons. O desenho existe desde 1990. Há quem diga que o desenho “não tem mais graça” e que já está na hora de acabar. Na minha opinião, os roteiristas souberam se reinventar, sempre relacionando as histórias com situações da atualidade.

Hoje vou falar da primeira imagem da sequência de abertura do desenho: são as nuvens!

Nuvens e corvo com 3 olhos na sequência de abertura televisionada em 2009. Fonte: Wikimedia Commons

A sequência de abertura mudou ao longo dos mais de 20 anos de existência do desenho. As cores de alguns prédios mudaram, novos personagens e situações foram acrescentados e evidentemente a definição da imagem melhorou bastante. O final da abertura, com a família se sentando diante da TV (na maioria das vezes, no mesmo sofá marrom), é diferente a cada episódio (disso todos já sabem).

Há no entanto um aspecto que sempre esteve presente em todo esse tempo na sequência de abertura. São as nuvens, que aparecem logo no início da abertura, apresentando o nome da série.

São nuvens do tipo Cumulus (Cu), provavelmente nuvens Cumulus humilis, que são as ‘nuvens de bom tempo’. O céu é azul, mostrando um dia agradável, talvez de verão ou primavera. Se você chegou até aqui porque é fã do desenho mas não conhece nada sobre a classificação de nuvens, convido você a conhecer esse post sobre o tema.

Com a melhoria da definição das imagens nas temporadas mais recentes do desenho, a sequência de abertura ficou ainda melhor. De acordo com as palavras de Matt Groening, criador da série:

As nuvens no início do título principal sempre foram insatisfatórias para mim. Minha recomendação original para os animadores era fazer as nuvens tão realistas o quanto possível, e à medida que passamos pelas nuvens, vamos entrando neste universo de desenhos animados dos Simpsons. Finalmente, depois de duas décadas décadas, eles chegaram mais perto do que eu tinha em minha mente. Não perfeito, mas melhor”. {x}{x}

Depois dessa fala, fiquei com a impressão de que o objetivo de Groening sempre foi parecer uma espécie de “deus” que está vendo, dos céus, tudo o que está acontecendo naquele universo, pois ele é o criador deste universo. É sem dúvida um desenho notório, icônico e muitos especulam por quanto tempo ele ainda continuará sendo produzido.