Efeito Forer: o que é isso?



Palavras que surgem na nossa mente quando pensamos em charlatanismo e em todos os enganos e auto-enganos relacionados. É provável que você conheça pessoas que perderam dinheiro pois confiaram na eficácia das técnicas dos charlatães. Nesse post, vou falar sobre algumas delas. Cortesia de Shutterstock

O Efeito Forer é o principal responsável pela crença em pseudociências. Nesse post, vou falar um pouco do assunto e é bastante provável que você perceba que você já sofreu desse efeito. Enquanto eu pesquisava para escrever nesse post, percebi o quanto já fui “vítima” desse efeito e agora que entendo melhor, acho que vou ficar mais atenta.

Pessoas que dizem “ler a sorte” usando ou não bolas de cristal estão aplicando o Efeito Forer. Cortesia de Shutterstock

Bom, vamos falar disso?

O ser humano é egocêntrico. Eu sei, você vai dizer que está caminhando para a humildade. E eu acredito em você. Mas acho que em graus variados, somos sim egocêntricos. Aquela vontade de se identificar com tudo e de querer fazer parte de tudo. Sabe aquele seu coleguinha com mania de perseguição, que acha que todas as indiretas do mundo são para ele?

O Efeito Forer consiste na tendência que temos para avaliar conjuntos de preposições como altamente precisas para nosso caso específico, mesmo que essas preposições possam ser aplicadas para uma enorme quantidade de pessoas. Para entendermos bem, vou fazer um teste de personalidade, desses muitas vezes compartilhados no Facebook e vou postar o resultado a seguir:

Você é uma pessoa alegre.

Os outros te veem como alguém alegre, animado, charmoso, divertido, prático, e sempre interessante, alguém que está constantemente no centro de atenções, mas suficientemente bem equilibrado para não deixar isso subir à sua cabeça. Eles também te veem como amável, compreensível, alguém que sempre os anima e os ajuda.
Poxa, o negócio está cheio de boas qualidades, qualidades de uma pessoa boa praça. É óbvio que vou me identificar com tudo ou com quase tudo, em geral as pessoas querem que a elas sejam atribuídos apenas bons adjetivos.
E para quem ficou curioso, foi esse o teste que fiz. Mas claro, há os horóscopos também. Tente ler a descrição de seu signo em um determinado dia. Se você é de São Paulo, pegue um daqueles jornais gratuitos distribuídos nas estações de metrô e observe. Você vai ver que é um texto bem geral, com descrições bem superficiais com as quais várias pessoas poderiam se identificar.

O psicólogo Bertram R. Forer (1914-2000) observou que as pessoas tendem a aceitar essas descrições pessoais bastante vagas e gerais como direcionadas para elas mesmas, sem atentar ao fato de que essas descrições poderiam ser aplicadas a várias pessoas.

Forer deu um teste de personalidade para seus estudantes, ignorou as as respostas dos mesmos e deu a cada estudante uma avaliação de personalidade. Ele pediu para que os estudantes analisassem a avaliação, com notas de 0 a 5. A média de sua sala foi 4,26. Em outras palavras, Forer convenceu que ele poderia “ler” as características de seus alunos.

E claro, podemos dizer que o Efeito Forer explica em parte porque muitas pessoas acham que astrologia, cartomancia, leitura da borra de café, leitura de búzios, leitura da palma mão, etc funcionam. Vamos dizer que empiricamente, o charlatão descobriu que consegue convencer as pessoas apelando para o Efeito Forer e para a leitura fria.

A leitura fria consiste em um conjunto de técnicas usadas por mentalistas, psíquicos, adivinhos, médiuns e ilusionistas para sugerir que o “leitor” (pessoa que está praticando a leitura fria) sabe muito mais sobre a pessoa do que ele realmente sabe. Sem conhecimento prévio, um experiente leitor pode rapidamente obter uma grande quantidade de informações, analisando a linguagem corporal da pessoa, idade, roupas ou moda, penteado, sexo, orientação sexual, religião, raça ou etnia, nível de educação, modo de falar , Local de origem, etc. A técnica de leitura fria normalmente utiliza suposições de alta probabilidade, rapidamente captando sinais sobre se suas suposições estão na direção certa ou não, enfatizando e reforçando conexões casuais e movendo-se rapidamente de suposições perdidas.

Ainda sobre o Efeito Forer e nossa tendência a atribuir para nós mesmos apenas qualidades positivas, basta pensar que mesmo que eu não seja uma pessoa “alegre, animado, charmoso, divertido, prático, e sempre interessante”, aí há uma lista de qualidades que provavelmente eu gostaria de me identificar. Eu gostaria de ser charmosa e divertida, por exemplo. E quem não quer ser rotulado como uma pessoa interessante, com toda aura de mistério que existe por trás desse adjetivo?  Ou seja, o Efeito Forer apela para a vaidade humana e por isso, funciona. Como disse o profeta, tudo é vaidade.  Observem que em horóscopos ou resultados de testes de personalidade, não há nenhuma “característica negativa” atribuída. No máximo , no caso dos horóscopos, há algo negativo mas que gera simpatia. Por exemplo: “cuidado com a saúde nesse momento de fragilidade”.

Eclesiastes 1:2 Vaidade de vaidades, diz o pregador, vaidade de vaidades! Tudo é vaidade.

Praticamos leitura fria sem “maldade”

Aposto que você já fez a leitura fria de alguém, para tentar entender essa pessoa melhor. Ou para ser simpático, já falou palavras genéricas e amigáveis para alguém. Tavez tenha feito isso sem conhecer esses termos técnicos. Não acho que haja problema nisso. A questão é que no caso da leitura fria, podemos esbarrar em generalizações e preconceitos. Por isso é sempre melhor ficar de boca fechada e guardar os julgamentos dentro da própria cabeça.

A leitura fria nem sempre dá errado. Muitas vezes o “leitor” tem sensibilidade para capturar informações a partir de frases ditas ou até mesmo pela postura corporal. É dessa maneira que aquelas pessoas que analisam os discursos dos outros (no youtube tem vários vídeos nesse tema) acertam algumas coisas.

O que você precisa se conscientizar é que a leitura fria existe e é dessa maneira que charlatães conseguem adquirir informações suas. Por isso temos que evitar sair dando muitos detalhes nossos por aí. Porque quanto mais detalhe fornecido, mais “quente” torna-se essa leitura fria.

Temos também que tomar cuidado com pessoas que usam a leitura fria deliberadamente para “atrair parceiros(as)”. Muita gente acaba saindo de coração partido por aí, porque se envolve demais com pessoas que aparentam ser sensíveis, pois usam técnicas de leitura fria.  Não quero ditar regras da paquera, não é disso que se trata e espero que vocês não entendam dessa maneira. Só estou aconselhando para que as minhas leitoras e leitores tomem cuidado e não se impressionem tão rapidamente com a suposta sensibilidade de certas pessoas. Elas só estão praticando leitura fria.

Jeremias 17:5: Assim diz o Senhor: Maldito o homem que confia no homem, e faz da carne o seu braço, e aparta o seu coração do Senhor!

Fontes: