6 dicas de passeios para crianças de 0-3 anos de idade em São Paulo-SP



Hoje vamos falar de passeios para fazer com crianças bem pequenas (aproximadamente 2 anos). As dicas que vou dar envolvem em sua maioria passeios ao ar livre ou passeios culturais. Cortesia de Shutterstock

Passear com bebês e crianças muito pequenas sempre é um desafio. O lugar precisa fornecer uma infra-estrutura mínima e muito específica para que dê certo. Eu sei, a gente acaba conseguindo trocar o bebê em qualquer lugar (já troquei meu filho até banco de um parque rs). Porém estar em um lugar com um conforto mínimo agrada mães e pais.

As dicas que vou dar hoje são dicas de passeios em São Paulo-SP ou cidades vizinhas e são passeios de apenas algumas horas.

Vou falar de lugares que fui e gostei (muitos fui mais de uma vez), além dos prós e contras. A minha lista leva em conta um pouco o meu estilo de vida e nem sempre o local é exatamente “confortável” para trocar a criança por exemplo, mas são lugares onde não tive muitas dificuldades para improvisar.

Sempre recomendo que a gente leve (além de toda parafernalha usual) uma garrafinha de água e um lanchinho.  Costumo levar banana, maça, um bolinho, pão de queijo, suco, etc: alguma coisa nessa linha, que seja leve e caiba em uma mochila para a mamãe ou papai carregar. Um pequeno piquenique improvisado pode fazer a alegria da criança, além de te ajudar a economizar.

Quando o Joaquim era menor, fui em vários desses lugares usando apenas a ‘mochilinha’ (canguru) que eu usava para carregá-lo. Eu tinha preguiça de levar o carrinho, pois nem sempre o local contava com locais bons para que o carrinho pudesse percorrer. Nas minhas dicas, vou mencionar os lugares onde acho que o carrinho é viável.

Então vamos:

1. Centro Cultural Jabaquara: Biblioteca fantástica, com área dedicada para autores e temáticas africanas. Há também uma área da biblioteca só para crianças, com mesinhas, puffs e tapete. Adoro passear lá, não apenas pela biblioteca, mas também pelo fantástico Sítio da Ressaca (um raro remanescente do período colonial) e pela pequeno parque que compreendem o Centro Cultural Jabaquara. O local conta com banheiros e bebedouros e não lembro de ter visto trocadores. Bom, quem é mãe que nem eu e gosta desses passeios culturais ou mais ligados a natureza sabe o que é trocar fraldas em situações adversas.

2. Sabina Escola Parque do Conhecimento: uma das melhores surpresas recentes em termos de passeios. Eu simplesmente fiquei apaixonada pelo loca, por isso leia tudo em meu post.  Vale a pena levar crianças de todas as idades e a infraestrutura é fantástica (banheiros limpos e trocador). Dá para usar o carrinho de bebê em boa parte do passeio.

3. Parque CienTec: quando eu escrevi o post a respeito do local, eu ainda não era mãe. O local não conta com trocador e nem estacionamento próprio. Deve-se utilizar o estacionamento do Jardim Zoológico, que fica ao lado. O local também não é muito acessível para pessoas com dificuldade de locomoção. Crianças bem pequenas vão se encantar com a área verde, mas provavelmente não ficarão quietinhas na sessão do planetário. Da última vez que fui meu filho ainda mamava no peito e ficou quietinho no planetário por causa disso (e na sessão havia outras crianças pequenas também, então percebi que ninguém iria se importar se ele chorasse).

4. Jardim Botânico de São Paulo-SP: Assim como o Parque CienTec, também fica próximo ao Zoológico. O estacionamento do Jardim Botânico fica em frente (do outro lado da avenida) e é uma alternativa de parque para quem quer tranquilidade. O carrinho é viável em boa parte dos caminhos do parque (até porque é um parque bem acessível para pessoas com dificuldade de locomoção).

Pequeno cavaleiro #instababy #babyboy #paiefilho #fatherandson #jardimbotânicosp #22meses

Uma publicação compartilhada por Samantha N. S. Martins Almeida (@samanthaweather) em

5. Shopping Plaza Sul: Vou confessar que não gosto de passear com meu filho em shoppings, mas nas férias de julho fui com ele até lá duas vezes por causa da piscina de bolinhas que eles montaram em frente ao Burger King. Gostamos muito! Além disso, a área kids é ótima: o trocador é muito limpo, há espaço para aquecer papinha e poltrona de amamentação. De repente você precisa comprar alguma coisa ou  gosta de passear em shoppings, eu diria que esse é uma boa alternativa. Nas férias escolares eles contam sempre com alguma atividade, porém normalmente são para crianças acima de 3 anos. Bom, é um shopping, então usar o carrinho de bebê não é um problema.

Amei essa foto ❤🙏 #24meses #babyboy #2anos #instababy #piscinadebolinhas #mãeefilho

Uma publicação compartilhada por Samantha N. S. Martins Almeida (@samanthaweather) em

6. Centro Cultural São Paulo: O local conta com exposições, salas de cinema, biblioteca, gibiteca e um fascinante “parque suspenso” com horta comunitária. Meu filho adorou fazer piquenique nas alturas, vendo a 23 de maio do alto. Muito bacana!

#picnic #instababy #24meses #babyboy #ccsp

Uma publicação compartilhada por Samantha N. S. Martins Almeida (@samanthaweather) em