Meteorologia no ENEM 2017 – segunda prova



Cortesia de Pixabay

Semana passada, falei das questões da primeira prova do ENEM 2017 que envolviam Meteorologia (confira aqui). Hoje vou falar das questões que envolviam Meteorologia e estavam presentes na segunda prova, que ocorreu no último domingo (12 de novembro).

O @edsr97 me ajudou na elaboração desse post porque ele prestou o ENEM e me passou as informações. Eu ainda dei uma olhada na prova (vi aqui, no site do G1) e vi que a questão mais “meteorológica” era essa questão abaixo, que era a de número 172 na prova da cor rosa:

Essa é uma daquelas questões que exigem uma boa leitura e uma interpretação de texto. A propósito, são requisitos que ajudam em muito nos vestibulares, sobretudo no ENEM. Em alguns casos, eu diria que a resposta está quase no enunciado da questão.

Nessa questão, temos aqui a descrição do funcionamento de um termômetro de máxima/mínima que registra as informações do dia anterior e a do instante atual. Eu não sei dizer se esse instrumento existe mesmo, pois eu nunca lidei com um instrumento desse modelo. Mas isso não importa: fazendo uma boa leitura do enunciado da questão e compreendendo como funciona a leitura de um termômetro simples, já é possível responder.

Bom, o que temos nesse termômetro:

  • Os filetes pretos indicam a mínima e a máxima no dia anterior, que de acordo com as instruções dadas no enunciado (que explicam como funciona o termômetro), são: mínima de -5°C e máxima de 19°C.
  • Os filetes cinza indicam a temperatura do instante atual, de modo que as duas leituras são iguais: aproximadamente 8°C

A pergunta é: Qual a temperatura máxima mais aproximada registrada nesse termômetro? E a resposta, portanto, é 19°C (alternativa e)

A meteorologia esteve presente

Além das questões que envolviam meteorologia do primeiro dia de provas e da questão que mencionei acima (segundo dia de provas), ainda no segundo dia de provas notei que algumas questões indiretamente tiveram relação com meteorologia. Foram questões relacionadas com a situação dos reservatórios e até uma questão de probabilidade que indiretamente tinha relação com Meteorologia:

A probabilidade de o morador se atrasar quando chove é de 50% e quando não chove é de 25%. A probabilidade de chover em um certo dia é de 30% e sendo assim, de não chove é 70%.

Portanto, a probabilidade desse morador se atrasar é:

30% x 50% + 70%x25%=0,325

Sendo assim, a alternativa c).

Conclusão

Eu deixo aqui mais uma vez uma dica para quem vai prestar o ENEM 2018: fiquem de olho em questões ambientais. Entenda o que são mudanças climática, compreenda como são os climas do Brasil, os cultivos relacionados com cada um desses climas, os problemas ambientais de que cada região brasileira está mais sujeita, etc. O candidato do ENEM precisa ser uma pessoa bem informada sobre as questões atuais. Se por exemplo ocorreu alguma catástrofe natural naquele ano, é muito possível que alguma questão faça algum tipo de alusão a isso.

As questões de ciência sempre são pautadas na compreensão da importância do conhecimento científico, uma vez que mostram as aplicações da ciência na resolução de problemas da sociedade. Ou seja, para ter sucesso no ENEM, o candidato precisa ser bem informado e precisa compreender a importância de cada área do conhecimento. A prova requer um aluno com a mente de um “resolvedor de problemas”.