Dicas de atividades para crianças de 2-3 anos em dias chuvosos ( ou dias que você não quer ou não pode sair de casa)



 

Cortesia de Pixabay

Esse post é uma espécie de continuação desse outro post, em que falo sobre atividades para fazer com as crianças em casa. Eu disse que são atividades para dias chuvosos, mas a verdade é que nem sempre podemos sair de casa. Mesmo com o Sol brilhando maravilhosamente lá fora, às vezes não dá. Falta grana, você está cansada, tem que fazer outras atividades em casa, etc.

Nas férias escolares ou em feriados, nem sempre podemos viajar. E a internet pode ser uma grande aliada. Vou falar aqui de algumas atividades que já fiz com meu filho e que fizeram bastante sucesso lá em casa.

1. Colorir e outras atividades

A internet é cheia de material para colorir. Basta fazer uma busca simples no Google com o tema que seu filho gosta + coloring pages. Eu notei que as buscas em inglês surtem em mais resultados.

Se o seu filho é fã de dinossauros como o meu, recomendo esse site. Nele, há diversos dinossauros para imprimir e colorir. Além das imagens cada dinossauro conta com um texto informativo sobre as espécies. Gostei bastante, é sucesso garantido lá em casa.

Além de material para colorir, através da internet é possível encontrar quebra-cabeças e jogos da memória, que podem facilmente ser impressos e utilizados em atividades com as crianças. Basta fazer buscas no Google e se você já souber de alguma coisa e quiser compartilhar, fique a vontade para deixar um comentário!

2. Tenha material criativo em casa

Lápis de cor, massinha de modelar, tinta guache, papel colorido, etc. Muitas das coisas eu falei nesse post. Lá em casa eu guardo até papéis de presente, aqueles com desenhos de bichinhos, pois podem ser recortados e utilizados em alguma atividade. Na hora você acaba bolando algo e a criança já consegue participar dando sua própria opinião a respeito do que gostaria de fazer.

3. Esconde-objetos

Uma brincadeira que tenho feito lá em casa é a seguinte. Nós escolhemos alguns objetos e os colocamos em cima do sofá. Em seguida, meu filho vai para outro cômodo e eu escondo um dos objetos. Ele precisa usar a memória para lembrar qual objeto foi escondido.

4. Esconde-esconde

É incrível como as crianças de 2-3 anos se divertem com essa brincadeira. Eu moro em um apartamento pequeno e mesmo sem muitas opções de esconderijo, meu filho se diverte me procurando.

5. Tenha livros em casa

Há livros infantis baratos, com contos tradicionais e contos de fadas. Vale também pegar aqueles gibis antigos que todos têm encostado em casa (desde que tenham uma temática apropriada). Vale a pena aproveitar o tempo em casa para estimular o hábito da leitura.

6. Improvise na contação de histórias!

Conte histórias sobre sua infância, se a criatividade não aflorar para inventar uma história. Fale também sobre passeios e outras atividades que você já realizou com seu filho, isso ajuda a estimular a memória.

7. Elemento surpresa

Essa dica é boa para quem vai fazer viagens longas de ônibus, carro ou avião com crianças pequenas. Compre alguns livrinhos ou brinquedinhos baratinhos e os mantenha em sua bolsa. Quando a criança estiver naquele momento de “vou começar a pirraçar”, você dá o brinquedinho. Isso vai entreter a criança por algum tempo, você pode inclusive contar histórias que envolvam aquele novo objeto. Na prática, esse método funciona. Escolha itens baratos e seguros, claro.

Eu lembro que vi essa dica pela primeira vez no perfil do Instagram da Josi, do Aprendendo a Ser Mãe. Meu filho ainda era recém nascido na época, mas eu acabei guardando a dica!

7. Veja também as dicas desse post

  🎀🎀🎀

Eu não sou nenhuma “super mãe perfeita”, mas ao longo desses dois anos e meio aprendi algumas coisas. Meu filho faz birra e precisa ficar de castigo, como qualquer criança. E às vezes temos pizza no jantar. Eu encaro tudo como uma pracinha onde as mães podem trocar informações e dicas. Quando escrevo esse tipo de post, eu tento deixar claro que narro minhas experiências e claro, coloco aqui uma pitada do meu estilo de vida. Eu fico meio preocupada com a “blogosfera” materna, porque muitas vezes rola uma espécie de competição velada ou de julgamentos. Além disso, muitas mulheres ficam ansiosas ou se sentem inadequadas e acabam “seguindo a risca” as “dicas de amiga” das blogueiras.

E veja como isso é perigoso, pois sabemos que muitas dessas dicas de amiga são na verdade publieditoriais. E foi nessas que eu já vi gente gastando o que não devia no enxoval ou frustrada porque não pode fazer o enxoval no exterior.  Seja você mesma, uma versão cada dia melhor de si mesma.

E é bom lembrar que cada mãe sabe o que é melhor para o seu filho e vamos todas nos apoiar, porque as pessoas já nos julgam demais.

Ah sim, eu falei dessa questão dos julgamentos que nós sofremos em uma série de posts sobre crianças na escolinha que eu gostaria de aproveitar a oportunidade para divulgar:

    🎀🎀🎀

Se você tem outras dicas bacanas para dias chuvosos, deixe aqui na caixa de comentários! Bons comentários são sempre bem-vindos.